i9 e PipeRun

3 min de leituraPipeRun abre as portas para a troca de conhecimentos com estudantes e profissionais de tecnologia

Contribuir com a comunidade, qualificar talentos e fomentar o desenvolvimento do mercado de tecnologia de Santa Maria. Esse é o foco da parceria entre o PipeRun – empresa de software de gestão de relacionamento com clientes – e a i9 Liga de Empreendedorismo, organização formada por estudantes da UFSM para desenvolver pessoas empreendedoras por meio de palestras, mentorias e treinamentos.

“O Piperun é apoiador do Desafio i9, promovido pela Liga de Empreendedorismo. Nossa sede é em Porto Alegre, mas temos forte ligação com Santa Maria pois nascemos aqui, usufruímos de vários serviços e nessa altura, nada mais justo do que retribuir de alguma maneira para o desenvolvimento da cidade. Por isso, trouxemos nossa fábrica de software para cá. Entendemos que a melhor maneira de contribuir nesse momento seria oportunizando a troca de conhecimentos e experiências, principalmente junto aos ambientes acadêmicos, trazendo a visão do lado empresarial para complementar a formação dos alunos”, explica Osvaldo Gehm, diretor técnico e um dos fundadores do PipeRun.

Nessa primeira turma, durante três noites, profissionais e estudantes com interesse em tecnologia participaram dos encontros, realizados na unidade do PipeRun em Santa Maria. De terça (24) à quinta-feira (26), acadêmicos de diferentes cursos como Ciências da Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia da Computação e até Matemática, participaram de dinâmicas interpessoais e aprenderam sobre diferentes linguagens de programação. O grupo, formado por oito pessoas, participou de uma seleção e foram escolhidos dentre os 26 inscritos para a primeira turma.

A empresa ofereceu a estrutura física para a realização dos encontros e convidou profissionais do seu quadro de desenvolvedores para a troca de experiências e conhecimentos. Quatro colaboradores do PipeRun se voluntariaram para ministrar as aulas, são eles: Raphael Giordano do Nascimento, William Trindade, Fernando Gross, Henrique Branco Dutra. O treinamento foi totalmente gratuito e forneceu certificação válida como horas-aula. Além do aprendizado, o grupo compartilhou muito café,  pizza e descontração, trocando muitas ideias e conhecimentos.

“Para o profissional de tecnologia da informação, é a oportunidade de transmitir conhecimento teórico e prático, desenvolver outras habilidades como oratória e ao mesmo tempo se atualizar sobre o conteúdo a ser transmitido. Para os estudantes é a chance de ter contato mais próximo com o mercado de trabalho, conhecendo a rotina de uma empresa, seus desafios e dificuldades, além do network para futuras contratações e estágios, por exemplo”, afirma Osvaldo Gehm.

A proposta

De acordo com Fernanda Favaretto e Keterli Dalmagro, acadêmicas do curso de Engenharia Química, a ideia é validar um modelo de negócios voltado à formação de desenvolvedores de alta performance. As estudantes participaram das três noites e foram idealizadoras da parceria com o Piperun, junto com Vanessa Rossato, estudante de Economia, Gabriel Lukaszczyk (Administração) e Lúcia Da Cas, do curso de Ciências Contábeis.

“A proposta é criarmos uma escola para desenvolvedores para estimular a formação além do ambiente acadêmico, focada para atender a necessidade do mercado de trabalho latente. Nossa inspiração vem de modelos americanos e propomos uma metodologia de estudos diferenciada”, explica Fernanda.

A startup, chamada DevRamper, foi criada para participar do Desafio i9 e a aproximação entre as estudantes e o co-fundador do PipeRun surgiu quando Osvaldo Gehm integrou a mentoria do evento, promovido pela i9 Liga de Empreendedorismo. Sobre a parceria para a troca de conhecimentos, a ideia é que ela seja mantida.

“Estamos em Santa Maria há apenas oito meses e queremos marcar presença. A porta estará sempre aberta e o primeiro passo foi dado. Esperamos evoluir nos próximos níveis do curso e criar outras oportunidades para novas turmas e grupos de estudo. Tudo vai depender da demanda. O propósito, nós temos”, conclui Gehm.

Equipe de Redação
conteudo@odig.net