custo de aquisição de clientes

6 min de leituraCusto de aquisição de clientes: 5 ações para reduzir o CAC da sua empresa

Reduzir o custo de aquisição de clientes (CAC) é uma meta que a sua empresa precisa buscar a todo momento. Afinal, você concorda que o cenário ideal para qualquer empresa é vender mais e gastar menos, correto?

O fato é que a redução do custo de aquisição de clientes é essencial para que os seus negócios consigam crescer e a sua empresa se desenvolver de forma sustentável. Por isso, é tão importante que a sua equipe esteja atenta a esse fator (ela está?).

Caso contrário, esse artigo é perfeito para você. Nele, falaremos sobre o que é o CAC, como calculá-lo e otimizá-lo, e de que forma um CRM de vendas é um valioso aliado na missão de reduzi-lo dentro de sua empresa.

Vamos lá?

Boa leitura!

CAC: Custo de Aquisição de Clientes, o que é?

Trata-se do custo que a sua empresa tem para a atração de novos clientes. Ele é a média dos investimentos feitos diretamente na tarefa de atração destes compradores. Nisso, leva-se em conta especialmente o quanto é gasto com a equipe de marketing e vendas – que normalmente os setores que conseguem prospectar leads para serem convertidos em novas vendas. Mas, claro, isso varia de empresa para empresa.

No CAC, é preciso levar em conta muitos aspectos, tais como

  • Salário e comissão da sua equipe de vendas, marketing e/ou outras;
  • Custo mensal de softwares como CRM e Automação de Marketing;
  • Gastos com mídia online ou offline para atrair leads;
  • Entre outros;

Você, conhecendo bem a realidade de sua empresa, sabe melhor do que ninguém quais custos entram nesta conta, certo?

Então, como calcular o CAC?

Para realizar o cálculo do custo de aquisição de cliente é necessário ter o conhecimento de quantos clientes entram por mês em sua base – considere não só aqueles que já adquiriram o seu produto ou serviço, mas também os leads recém gerados.

Levando em consideração os gastos acima citados podemos fazer um cálculo razoavelmente simples. Some todos os gastos e divida pela quantidade de novos clientes obtidos em um determinado período (pode ser um mês ou um bimestre, por exemplo).

Para falar em números, digamos que você obteve 500 novos clientes no período de dois meses. O seu gasto nestes 60 dias foi de 6 mil reais. Portanto, é fácil: Divida 6 mil por 500 e você saberá o CAC da sua empresa.

Como eu sei se o meu CAC é alto ou é baixo?

De um modo geral, é possível saber se o custo de aquisição de clientes é alto demais e se o seu modelo de negócios não está dando certo quando o CAC supera o Life Time Value (LTV) da sua empresa. O primeiro precisa ser necessariamente bem menor do que o segundo.

Você pode reduzir o CAC da sua empresa

Vender mais e melhor e reduzir custos é o que você persegue para a sua empresa neste momento. Por isso você entende que a redução do custo de aquisição de clientes é importante. Todavia, para que isso ocorra, são necessários ajustes, melhorias nas práticas do dia a dia dos seus negócios. Por isso separamos abaixo 5 dicas para quem quer continuar sendo competitivo no segmento em que atua.

1 – Inbound Marketing: invista em conteúdo de qualidade

Apostar em marketing de conteúdo é essencial para as empresas em diversos aspectos. Quem investe em conteúdo de qualidade – seja em blog ou site – que entrega respostas e/ou soluções às dores dos potenciais clientes torna-se referência na área em que atua. A construção de credibilidade é algo fundamental para que o potencial cliente acabe confiando na sua marca e, por fim, adquirindo o seu produto ou serviço.

A partir disso, com o uso correto do SEO, com um conteúdo bem otimizado, você aumenta o alcance orgânico do seu conteúdo, por consequência da sua marca e, assim, atrai fluxo para dentro do seu site. O resultado? Leads. O custo disso? Zero.

Para essa missão, porém, é necessário saber para quem você está escrevendo, se o conteúdo criado realmente está atendendo as dores do seu público-alvo.

Aliás, você conhece realmente o seu cliente?

2 – Conheça bem o seu cliente

Pode parecer óbvio e você dirá que “sim, claro que eu conheço o meu cliente”, mas a realidade nem sempre é a que parece. Para otimizar o seu CAC você precisa ter “na ponta da língua” quem o seu cliente é, o que ele precisa e o porquê de ele buscar por determinado bem ou serviço, por exemplo. Desta forma é possível entender o comportamento dele durante a jornada do comprador e distribuir conteúdo relevante para cada etapa do funil de vendas.

Conhecendo bem quem é o seu público e também onde ele está, você consegue canalizar o seu investimento em mídia online, direcionando para a rede social correta com a segmentação adequada.

3 – Fidelizar clientes é importante

Uma das principais estratégias para reduzir o CAC por parte das empresas é fidelizar clientes. A forte gestão de clientes, além de mantê-los dentro dos seus negócios, garantem indicações para oportunidades futuras. Isso, claro, irá beneficiar o seu ticket médio e por consequência o seu LTV o que, como falamos acima, está diretamente ligado com o custo de aquisição de cliente de sua empresa.

4 – Boas estratégias: planejar e mensurar resultados

Quando falamos de vendas, qualquer detalhe pode ser decisivo para que o lead vire cliente. Por isso é vital planejar antes de executar e mensurar os resultados obtidos para saber o que pode e o que não pode mais ser feito.

Teste. Texto, layout, abordagem, técnica de venda, tudo o que for possível. Documente, registre o que deu certo. Sabendo o que funciona, você conhece melhor os seus clientes, age assertivamente e, claro, diminui custos.

5 – Use um CRM de vendas que realmente ajude você

O seu CRM de vendas ajuda você a reduzir o CAC? Se não, é melhor você repensá-lo. Um bom CRM fornece dados vitais para essa missão, como informações sobre a base de clientes atuais para que você possa segmentar e personalizar ações de marketing para um público que terá interesse no que você está vendendo, por exemplo.

Além de relatórios periódicos para acompanhar os indicadores de suas equipes, é fundamental ter tanto o registro de histórico de negociações, como agenda pública ao estilo You Can Book Me. Com essas ações, você o tempo do seu time comercial que poderá, assim, se preocupar com o que realmente importa: vender mais.

E aí, vamos reduzir o CAC?

Não deixe de ler nosso artigo que fala sobre a importância do CAC e do LTV nos seus negócios e outro que aborda como reduzir custos dentro das empresas.

Para ter um CRM de vendas que ajuda você a reduzir o custo de aquisição de clientes, fale agora mesmo com um consultor.

Até a próxima!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM de vendas. #RunPipeRun