spin selling

Vendedores da geração Y e a Tecnologia

Inúmeras propostas diferenciadas como Catálogos de Vendas (AFVs), softwares para Gestão do Relacionamento com o Cliente (CRMs) e planos maravilhosos no sistema de gestão de desempenho (BSCs), têm surgido no mercado de vendas. Mas e o vendedor, vai continuar apenas com a obrigação sem poder de opinião?

As gerações de vendedores

Com o passar do tempo, e a evolução da tecnologia e, consequentemente, do modo de vida, a força de trabalho se transformou, e “a voz e a vez” alterou-se consideravelmente. As gerações que ainda são a maioria dos trabalhadores ativos divergem neste momento, os X, nascidos entre a década de 60 e 70, diferem da nova geração Y, nascidos entre 80 e 90, quais já estão no mercado de trabalho, grande número de vendedores dessa geração. Eles rejeitam aquele tratamento clássico oferecido pelas empresas, e tem quase total desprendimento na hora de trocar de emprego, não está fácil administrar esta nova geração nas vendas e ainda manter a harmonia com a geração X.

Diferenças desta nova geração de vendedores

A geração X valoriza o trabalho, estabilidade financeira e a manutenção do emprego, já a geração Y considera o trabalho uma fonte de satisfação e de aprendizado, e busca equilíbrio entre vida profissional e pessoal, misturando tudo ao mesmo tempo. São pessoas com estas características que encontramos nas equipes de vendas, por isso as empresas precisam se reinventar também no quesito recursos humanos. É minha gente, os tempos mudaram!

Diante deste novo paradigma, temos a alteração do mercado. Afinal, essa meninada é muito competente, experts em tecnologia e em redes sociais. Precisam de apoio e disponibilidade para falar de suas opiniões como vendedores e humanos e, principalmente, precisa de espaço para mostrar ideias, participar e colaborar com o desenvolvimento da empresa. O workflow (fluxo de tarefas) de meta das vendas, que permite aos envolvidos visualizarem as melhores maneiras de trabalhar a gestão de vendas, produz padronização e uma maior dinâmica no processo, e precisa ser aplicado, pois está em total sintonia com esta nova geração. Além disso, o relacionamento entre a equipe e os clientes, principalmente entre as diferentes gerações, precisa ser incentivado, assim como os valores e visões de cada pessoa precisam ser considerados e os estilos de trabalho compreendidos, para que conflitos sejam minimizados.

O perfil do vendedor Y

O novo vendedor gosta de ser ouvido, tem muita sede de crescimento e não aguenta esperar longos períodos por promoções ou desafios que o instiguem, desta forma as empresas que trabalham com softwares de automação da força de vendas, também precisam mudar, apenas limitar descontos, praças, inovar em produtos e serviços não basta, para crescer no mercado é preciso incentivar a nova geração Y de vendedores, que deseja participar e opinar sobre todas as decisões.

 

Boas Vendas

Fausto Reichert
fausto@pipe.run