O que é CRM (Customer Relationship Management)

28 min de leituraO que é CRM e como ele pode crescer suas vendas

O significado de CRM tem origem na administração. A sigla CRM – Customer Relationship Management ou Gestão de Relacionamento com o Cliente (ou consumidor) pode representar processos, software, estratégia de negócio ou até mesmo uma cultura com objetivo de gerenciar a relação com o cliente para satisfazer e fidelizar, ajudando a reduzir custos e aumentar a qualidade e os lucros do negócio.

Vender é a base, o cerne de sustentação de toda e qualquer empresa. Podemos ter um ótimo produto, uma produção de alta qualidade, mas se as vendas não acontecerem, a empresa fecha as portas.

Neste sentido, um adequado controle neste processo não é só importante, é fundamental. É neste cenário, que o CRM se enquadra. Entender o que é CRM fará com que você tenha muito mais controle sobre o relacionamento com clientes e o processo de vendas de sua empresa.

Neste artigo você vai encontrar tudo sobre CRM

  1. Significado sobre o que é CRM
  2. Sistema de CRM não é a mesma coisa que o CRM médico
  3. O que é CRM de Marketing
  4. O que é CRM de Vendas
  5. CRM é um software
  6. CRM é um processo
  7. CRM é uma estratégia
  8. CRM é um departamento
  9. CRM é cultura organizacional
  10. Quais os tipos de CRM?
  11. CRM e as etapas do funil de vendas
  12. Ferramentas de CRM
  13. Perguntas frequentes sobre CRM

O que é CRM? Entenda definitivamente a sua importância

CRM é a sigla de Customer Relationship Management, ou então, gestão do relacionamento com o cliente. Salvo raros casos ou nichos de mercado, as vendas jamais acontecem no primeiro contato, sem um relacionamento.

É comum encontrar softwares conhecidos como CRM, mas seu conceito vai muito além.

CRM é um conjunto envolvendo estratégias, práticas, políticas e tudo mais que envolve a gestão, análise e contato com o cliente, com o objetivo de fidelizar e satisfazer o cliente.

O CRM foca também na captação de novos clientes. Ele faz isso prevendo e antecipando tendências e necessidades entre possíveis futuros clientes, apresentando os melhores canais para alcançá-los. Veremos isso em CRM de Marketing.

Sistema de CRM não é a mesma coisa que o CRM médico

Caso você tenha entrado neste artigo, pois estava pesquisando por CRM médico, saiba que um sistema de CRM que é a ferramenta tecnológica que apóia o processo de gestão dos clientes em empresas, não é a mesma coisa que o CRM médico.

O CRM médico é o número de registro do profissional de medicina no Conselho Regional de Medicina, órgão que emite os registros e fiscaliza a atuação dos profissionais em cada um dos estados brasileiros. Estes conselhos fazem parte do CFM.

O CFM – Conselho Federal de Medicina é uma autarquia que possui atribuições constitucionais de fiscalização e normatização da prática médica.

Benefícios de implementar um CRM

Através do CRM de vendas, é possível gerar mais fidelização e satisfação do cliente, simplificando o contato com ele, trazendo mais valor para uma marca.

O que seria de um negócio sem seus clientes? Lógico que clientes são imprescindíveis para a sobrevivência de uma empresa. Mas como garantir o sucesso desse negócio?

O mercado evoluiu e se deu conta de que o cliente deve ser o centro das atenções. Todos os esforços de uma empresa para venda de algo, devem ter como objetivo final satisfazer seu cliente.

Mas para realizar um trabalho que atinja a necessidade do cliente e o leve a comprar novamente, é um processo caro e extremamente complexo.

Afinal, todos os setores devem estar em conformidade para o objetivo de satisfação e relacionamento com o cliente. Uma falha durante todo esse processo pode botar todo um planejamento a perder.

É por isso que diversas ferramentas foram pensadas para tornar esse trabalho mais assertivo e eficiente. O CRM de Vendas já se mostrou como uma das principais ferramentas e os resultados de sucesso que ele entrega comprovam isso.

Quer conhecer mais sobre CRM de vendas e como ele pode auxiliar seu negócio a se tornar uma referência entre seus clientes? Nesse artigo, vamos falar tudo a respeito do CRM.

CRM: Conceito para fazer mais

O que é CRM

O conceito do CRM foi criado para tornar o trabalho de venda o mais eficiente possível.

A ideia do CRM é ser uma metodologia capaz de ser desenvolvida e operada digitalmente, onde todo o processo de compra de um cliente possa ser acompanhado.

Com isso, o vendedor pode ter controle total sobre sua carteira de clientes, diminuindo ao máximo a perda de novas oportunidades de venda.

O grande benefício do CRM de vendas, como software de gestão de relacionamento com o cliente, é a criação de um grande banco de dados. Dentro dele há informações pertinentes sobre as pessoas que entraram em contato com o negócio, interessadas no produto ou serviço oferecido.

Esse banco de dados permite que setores como vendas, marketing e até mesmo produção, estejam atentos a detalhes acerca do perfil do cliente.

São os detalhes que podem fazer a diferença no momento de fidelizar um cliente ou conseguir trazê-lo novamente, fechando um novo negócio.

Mas não pense que um CRM de vendas é somente uma grande agenda de contatos para sua empresa.

O CRM foi criado para que informações precisas e dados específicos de cada cliente possam ser usados no desenvolvimento de novos produtos. Mas não só isso. Ele auxilia também na busca por novos canais de contato com clientes e até mesmo treinamentos com equipes internas e colaboradores.

O grande benefício do CRM de vendas acaba sendo a praticidade. Com uma única ferramenta, é possível gerenciar a maneira como o seu negócio se relaciona com o seu cliente. Além disso, permite ao último colaborar – mesmo sem saber – na produção de melhores serviços e produtos.

CRM nas áreas de marketing e vendas

A gestão do relacionamento com o cliente se extende desde o marketing até as vendas. É por isso que o CRM deve fazer parte dos processos de marketing e vendas.

Atualmente é possível encontrar softwares de crm para marketing e crm de vendas. Veremos abaixo.

O que é um CRM de Marketing?

O sistema de crm de marketing está voltado para os processos de atração e nutrição de potenciais clientes e apóia o processo de marketing de conteúdo (ou inbound marketing).

Geralmente são chamados de softwares de automação de marketing e possuem funcionalidades como:

  • acompanhamento de palavras-chaves;
  • avaliação de SEO das páginas do site;
  • widgets de captura de leads como popups e formulários de CTA;
  • desenho de fluxos de automação de email;
  • campanhas de email marketing;
  • publicação de posts em redes sociais;
  • monitoramento de menções em redes sociais;
  • cadastro de leads com timeline de eventos;
  • pontuação e automação de leadscoring;
  • integração com crm de vendas;
  • relatórios e dashboards;

Veja uma lista de softwares de crm de marketing abaixo.

E o que é CRM de Vendas?

Já o crm de vendas é focado no processo comercial, ou seja, o processo de relacionamento pelo qual ele já passou pelo marketing e agora está com contato com a equipe de vendas da sua empresa.

O objetivo do crm de vendas é controlar o fluxo dos leads no chamado funil de vendas.

As funcionalidades mais comuns nos processos de crm de vendas são:

Mas, vamos tornar as coisas mais claras para entendermos o que é CRM.

CRM é um software

Software, por definição, trata-se de um conjunto de componentes lógicos de um sistema de processamentos de dados ou de um computador. Mas, quando falamos de CRM, essa explicação fica um pouco mais sofisticada.

O CRM é um software que permite, às empresas, o acompanhamento e gerenciamento de qualquer interação que clientes – ou futuro clientes – realizam com a empresa em questão.

Os recursos para isso são diversos e variam de acordo com o provador contratado. Mas, de modo geral, todo software que permite relacionar-se com cliente é chamado de CRM.

Com ele é possível controlar funil de vendas, cadastrar clientes e empresas, enviar emails, fazer ligações telefônicas, programar ações automáticas e muito mais.

CRM é um processo

Entender o que é CRM e quais suas vantagens é fundamental para o processo de vendas de qualquer negócio. Sim, o CRM é um processo e é indispensável para poder escalar vendas dentro das empresas.

Com ele, o vendedor se preocupa com aquilo que ele realmente precisa fazer, vender, ao invés de tomar tempo com ações que já poderiam estar automatizadas junto ao software.

Com um processo de vendas organizados, é possível usar a ferramenta como uma aliada para crescer e, ao mesmo tempo, reduzir os custos de operação com a equipe comercial.

Um bom CRM ajuda na

  • redução de erros ao longo do processo comercial;
  • otimização do tempo de trabalho da equipe de vendas;
  • aumento da produtividade e na assertividade da ação dos colaboradores;
  • aprimora o atendimento aos clientes e garante o sucesso dos mesmos;

O CRM faz parte de todo o processo. Colocá-lo em prática, mostrando à empresa o valor que ele agrega, então, é vital para o sucesso comercial de qualquer negócio.

CRM é uma estratégia

Se vender mais é o objetivo de qualquer empresa, o CRM é uma estratégia fundamental para que a missão seja cumprida com êxito.

Com ele as empresas podem:

  • planejar suas vendas – definir metas, compreender hábitos dos clientes, entre outros;
  • analisar os clientes e entender as suas dores – quais produtos vendem mais, quais fazem mais sentido para determinado perfil de cliente, entre outros;
  • relacionar-se com os clientes – fechar a venda não significa que o serviço acabou. É importante manter contato com o cliente e garantir o seu sucesso com atendimento personalizado e aprimoramento constante;
  • qualificação constante – com os dados que o CRM fornece, as equipes comerciais conseguem aprimorar o discurso de vendas, qualificar o playbook e, assim, gerar valor para o lead desde o primeiro até o último contato;
  • alinhamento entre marketing e vendas – ambos os setores precisam estar trabalhando juntos e convergir para o bem da empresa. Com um MQL, o time comercial consegue dedicar tempo àqueles leads que realmente tem potencial de fechamento. Com isso, as empresas economizam tempo e podem escalar vendas;
  • segmentação de ofertas – os dados fornecidos por um bom CRM permitem às empresas entender o que, por quanto e quantas vezes os clientes adquirem determinado produto ou serviço. Sabendo disso, é possível direcionar ofertas para os clientes certos.

E muito mais. Quanto mais completo for o seu software, mais possibilidades você terá para ampliar a sua estratégia comercial.

CRM é um departamento

O CRM é o melhor amigo do time de vendas. Sabe aquela pessoa que não deixa você esquecer alguma compromisso? Então, esse é o papel do software. O CRM é um departamento fundamental dentro das empresas.

Gerar valor ao cliente é o que as empresas querem, certo? Com o vendedor deixando de fazer tarefas repetitivas e robotizadas – deixando ao CRM esta tarefa – ele tem tempo de ser muito mais um consultor, um influenciador e agregar muito valor no contato com os clientes.

Desta forma, fica sempre muito mais claro o que é a sua solução e como ela solucionará as dores de quem mostrou interesse naquilo que você vende.

CRM é cultura organizacional

Ter como foco os clientes. Isso precisa estar na cabeça de qualquer empresa que deseja crescer e ser referência naquilo que faz. Se essa não é a sua realidade, bem, então é necessário mudar a cultura organizacional dela.

Um bom CRM contribui para isso – mas precisa ser trabalhado em todas as áreas da empresa. Isso mesmo, não só no setor comercial.

Marketing, atendimento e financeiro também precisam, mais do que entender o que é CRM, ter a dimensão do seu valor e como ele pode aprimorar a cultura organizacional dentro do seu dia a dia de trabalho.

Com as informações fornecidas e categorizadas dentro do CRM é possível aprimorar processos, identificar gargalos, aprimorar discursos e otimizar dentro de trabalho – sim, já falamos isso, mas, lembre-se: tempo é dinheiro, certo?

Como funciona um CRM

Para facilitar a aplicação dos princípios do CRM, são utilizados os softwares, apps ou plataformas – também chamados de CRM.

O uso de plataformas CRM auxiliam a gestão do relacionamento com o cliente, além de permitir a automação de diversos processos nos setores de marketing, vendas e relacionamento com o cliente, propriamente dito.

Funcionalidades do CRM

Existem inúmeras funcionalidades que identificam um CRM de vendas e que auxiliam os profissionais envolvidos com a entrega de resultados nas vendas e na captação de clientes:

Automação de tarefas e processos

É possível tornar tarefas que tomariam muito tempo da equipe de vendas em atividades automáticas. Elas respondem à ações do próprio cliente e do local onde ele se encontra no funil de vendas;

Funil de vendas 

É possível criar funis de venda completos e personalizados para segmentos diferentes de clientes. Um funil de venda, segundo a Resultados Digitais, é um conjunto de diferentes gatilhos e etapas. Ele dá suporte à jornada de compras das personas de um negócio, produto ou serviço. O ciclo de vendas, relacionados ao funil, pode ser monitorado e aperfeiçoado com o CRM. Com ele, o cliente é monitorado desde o momento que fornece seus dados, até o pós-compra;

Integra equipes através da colaboração 

As plataformas CRMs foram desenvolvidas para melhorar a comunicação entre setores de marketing e vendas. E isso se dá integrando processos e ampliando resultados. Com o CRM é possível controlar e organizar oportunidades de vendas, entender o perfil de compra de clientes. Além disso, você cria relatórios específicos ou integrados;

Integração com diversos canais, como redes sociais 

Sistemas de CRM permitem a integração com inúmeras plataformas de marketing digital, tanto de captação de clientes, quanto relacionamento. Aliada a outras funcionalidades do CRM, é possível determinar automações e gatilhos específicos nestes diversos canais;

CRM Online – Cloud Computing

Os sistemas de CRM, em sua maioria, operam totalmente na nuvem. Isso garante mais segurança dos dados dos clientes, quanto estabilidade para quem opera o CRM. Com o acesso à informações na nuvem, é possível acessar dados e informações em momento real em qualquer dispositivo conectado à Internet. Isso traz mais agilidade no relacionamento com o cliente.

Tipos de CRM e as aplicações

O CRM está dividido em 4 principais funções e aplicações. Isso comprova sua versatilidade de uso, em qualquer nicho, segmento e tamanho de negócio.

Tipos de CRM e suas aplicações

Tipos de CRM e suas aplicações

Essas funções específicas tornam o CRM ainda mais necessário durante a criação de estratégias de marketing e vendas. As categorias de CRM permitem aos operadores ter liberdade de atuação ao criar um planejamento com foco no cliente.

Existem conjuntos de funcionalidades distintas em todo CRM, com tipos de aplicações diferenciados e específicos.

Cada tipo de CRM pode ser utilizado à parte. Mas para se obter melhores resultados e um grau de sucesso maior, é indicado que todos esses tipos de CRM funcionem de modo integrado.

Conheça os principais e mais conhecidos tipos de CRM e suas aplicações.

 

CRM Operacional

É através do CRM Operacional que serão criadas as formas de contato com o cliente. Aqui serão analisados e criados os canais de vendas, que irão permitir a captação dos dados necessários ao CRM Analítico.

Responsável não somente pela criação, o CRM Operacional trata da manutenção desses canais, mantendo-os sempre ativos e relevantes para o cliente.

Para que sejam criados e mantidos, esses canais demandam tarefas onde a aplicação de tecnologia da informação se faz necessária.

Grande parte dos CRMs já são totalmente amigáveis e intuitivos para quem o opera. Mas “por trás da cortina” existem esforços e aplicações complexas, responsáveis pela qualidade das plataformas.

Afinal, um CRM que não cumpra as necessidades do seu cliente é uma piada pronta de mau-gosto.

É dentro do CRM Operacional que toda a parte comercial, de vendas e de marketing irão atuar. Por aqui se gerenciam pedidos e oportunidades de venda, automação de ações e processos, etc.

O CRM Operacional também permite recolher o feedback dos clientes, processá-los e encaminhá-los ao CRM Analítico.

Resumindo: o CRM Operacional é responsável por tudo que envolve a captação de informações e dados necessários ao CRM Analítico.

CRM Analítico

Saber mais sobre quem adquire seu produto ou serviço, identificar suas necessidades e conhecendo seus hábitos. Essas são as principais preocupações de uma empresa com foco total no cliente, não é mesmo?

Pelo CRM Analítico passam todos os dados de clientes, captados nos diversos canais disponíveis, para serem analisados.

A função analítica do CRM é, talvez, uma de suas principais aplicações. O nome desse tipo de CRM já deixa clara essa característica. Afinal, o CRM Analítico é responsável pela análise de dados e informações dos clientes, e a identificação de cenários e oportunidades.

O principal objetivo do CRM Analítico é analisar e utilizar todos os dados de clientes e de vendas. O intuito é a identificação de novas oportunidades e criar estratégias de vendas. Com isso, o trabalho passa a ser muito mais pontual no que realmente importa.

Com o CRM Analítico é possível identificar características distintas de clientes, criando segmentos dos mesmos. Isso permite a criação de campanhas mais assertivas e que atingem o público certo. O resultado disso é o aumento da taxa de sucesso e conversão em vendas.

CRM Colaborativo

É claro que a ideia do relacionamento com cliente de modo a satisfazer sua necessidade, é o conceito básico do CRM, independentemente do seu tipo de aplicação.

Mas quando tratamos dos resultados e dados obtidos pelo CRM Operacional e analisado pelo CRM Analítico, temos o CRM Colaborativo.

É a partir do CRM Colaborativo que será posto em prática todo o conhecimento obtido em interações e dados prévios do cliente. Aqui, o foco é satisfazê-lo, entender sua vontade e necessidade, tendo como objetivo final a geração de valor através do cliente satisfeito.

Fazem parte do CRM Colaborativo todos os canais e pontos de contato do cliente com a empresa. É através dele que o cliente poderá tirar dúvidas, gerando conhecimento sobre a solução que o serviço ou produto lhe oferece.

A palavra colaboração aqui diz respeito à ideia de integração. Todos os tipos de CRM trabalhando juntos, em conformidade. O objetivo? Buscar o bom atendimento e relacionamento com o cliente – principal interesse na gestão de relacionamento.

CRM Estratégico

O trabalho de gestão do relacionamento com o cliente inicia com o CRM Estratégico. É através dele que objetivos, focos e metas serão traçadas para tipo de CRM e das equipes envolvidas.

O CRM Estratégico é utilizado visando a implantação de cada um dos sistemas – Analítico, Operacional e Colaborativo – de modo assertivo e viável.

Estratégia envolve pesquisa, estudo e inteligência. É a partir dela que o futuro da empresa, através da adoção de uma ferramenta como o CRM, será traçado.

Dentro do CRM Estratégico serão lançadas as bases para o contato com o cliente, conhecimento acerca de suas necessidades, ou até mesmo a antecipação ou criação dessa necessidade. Por fim, ocorre a entrega da solução que o cliente necessita.

O CRM Estratégico se ocupa de estudar e entender o mercado, os competidores e a própria empresa, através de uma análise SWOT, por exemplo.

Um CRM Estratégico colabora na busca pelas forças e fraquezas de uma empresa. Mas não para por aí. Ele também mapeia as oportunidades de mercado e ameaças do ambiente em que está inserida. E isso ocorre independentemente do tamanho ou momento que se encontra esse negócio.

Dessa maneira, iniciar um trabalho com foco no cliente significa um trabalho com base e estrutura; corresponde a uma empresa que se conhece, sabe de suas dificuldades e tem conhecimento de seu produto.

Uma empresa com essas características têm mais chance de criar empatia e conhecer seu cliente, que uma empresa confusa consigo mesmo, sem foco e sem identidade.

CRM e as etapas do funil de vendas

Ter um funil de vendas com etapas bem estruturadas facilita o trabalho de qualquer time comercial. Respeitar cada passo, agir de forma assertiva é encaminhar bem a venda e é isso que um bom CRM te ajuda a fazer.

Etapas do Funil de Vendas CRM

Etapas do Funil de Vendas no CRM

Para entender melhor, listamos as etapas do funil de venda. Lembrando que cada empresa tem o seu modelo de negócio e as etapas abaixo podem ou não fazer sentido por completo para o seu negócio, certo? Após cada ação, mova o lead de etapa e, se tudo der certo, ao final da jornada, você conquistará um cliente.

Prospecção

Aqui é o começo de tudo dentro do seu funil de vendas. O cliente em potencial mostrou interesse em você. O objetivo é finalizar a venda, certo? Então, mostre a ele que você é especialista no assunto e ofereça-o, por exemplo, um eBook falando sobre o que você vende.

Você está, portanto, começando a nutrir o lead.

Qualificação

Ok. Você enviou o eBook e lead baixou o material? Ótimo. Esta é a etapa de qualificação, que serve para você entender se, de fato, há o interesse na compara do seu produto ou serviço.

Este ainda não é o momento de vender, mas coletar informações relevantes para entender as dores que o potencial cliente tem é importante para, mais adiante, ter um discurso assertivo de vendas.

Apresentação

Time comercial a postos? Hora de entrar em ação! Usando as informações que o CRM fornece, hora daquele discurso assertivo – mas sem deixar de ouvir o que o cliente tem a falar.

Assim é mais fácil saber qual produto ou serviço melhor se encaixa e como a solução resolve o problema que o lead tem.

Negociação

É nesta etapa do funil que o cliente está avaliando a proposta que você o fez e, possivelmente, comparando-a com a da concorrência. É importante não perder o contato e tampouco deixar essa oportunidade “esfriar”.

Esteja presente auxiliando-o a tomar a decisão e lembrando-o, por exemplo, de que o desconto oferecido tem prazo de validade.

Se uma contraproposta vier, esteja preparado para isso. Saiba responder aos questionamentos nesta etapa e tenha alguns gatilhos preparados para contornar quaisquer objeções.

Fechamento

A última etapa do seu funil de vendas. Prazos, formas de pagamento e proposta devem estar todos claros e expostos ao cliente. Se for aceito, a oportunidade terá sido ganha. Caso contrário, se o cliente optar pela concorrência, esta oportunidade foi perdida

Por que ter um funil apenas?

Um bom CRM permite que você crie múltiplos funis dentro da plataforma. Por que ter apenas o funil de vendas se você pode criar:

  • funil de marketing;
  • funil de pré-vendas;
  • funil de vendas;
  • funil de contratos;
  • funil de success.

Para empresas que tem ecommerce, você pode criar um funil para abandono de carrinho, por exemplo, programando ações automáticas do que fazer quando um cliente desistir de uma compra.

Enfim, são muitas possibilidades e o seu CRM não pode limitar você a um único funil.

Benefícios do Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente

O que é CRM

Até aqui, falamos tudo o que um CRM pode fazer pelo seu negócio, além de apresentar seu conceito. Assim é a gestão do relacionamento com seu cliente, colocando-o no centro das ações de uma empresa.

Mas, apesar disso, é possível que seus benefícios não tenham ficado claros o bastante para te fazer decidir pelo seu uso.

Para conhecer o potencial total de uma empresa, é preciso:

  • entender a necessidade de colocar o cliente como centro da estratégia de vendas;
  • entender a importância da satisfação desse cliente para o seu negócio.

Para ajudar a clarificar os pontos positivos de se adotar um sistema CRM, listamos alguns benefícios para seu negócio, seus vendedores e colaboradores e, mais importante, para SEU CLIENTE.

1- O CRM de vendas humaniza seu negócio.

Conversar com alguém que já conhecemos facilita tudo. Até mesmo solucionar problemas é mais fácil, quando fazemos isso com que já nos é familiar. E é isso que o CRM de vendas cria entre seu cliente e sua empresa.

Possível ter um contato direto e individual com cada cliente, com todas as informações necessárias para solucionar qualquer tipo de dúvida, necessidade ou problema relacionado ao seu produto.

Ter a certeza de que ele é ouvido, traz muito mais segurança ao cliente, que passa a confiar em seu negócio. Isso garante uma nova venda no futuro, além da divulgação espontânea a partir desse cliente para outras pessoas.

2 – Seus vendedores vendendo muito mais (de fato!)

Sabe o tempo que seus vendedores precisavam para identificar oportunidades em meio a um oceano de leads e prospects? Já não existe mais. E as tarefas de juntar todos os dados e informações necessárias para um contato para tentar gerar uma venda? Terminaram.

O CRM permite que o vendedor navegue com facilidade entre cada categoria de lead. Ele poderá observar o seu histórico de compra, seu tipo de relacionamento com seu negócio e dados pessoais. Mais do que isso, você saberá em que ponto do funil de vendas ele se encontra.

Assim, é possível chegar no lead de maneira muito mais pontual e direta, mas ainda de modo sutil. Isso permite o desenvolvimento de uma relação que, mesmo não resultando em venda, vai criar vínculo entre lead e vendedor.

3 – Você entende melhor a sua empresa e o seu produto

Para que o CRM Estratégico traga resultados para o seu negócio, é fundamental que a empresa esteja em dia com os processos, organização e foco. Assim, o software poderá ser um poderoso aliado no desenvolvimento de um plano de gestão do relacionamento com o cliente realmente efetivo.

Com o CRM, é praticamente obrigatório que a empresa conheça seu produto, seu mercado e que tipo de cliente irá lidar. Deve ter plena certeza de seu objetivo e onde deseja chegar.

4 – As pessoas entendem melhor a sua empresa e o seu produto

Quando a “lição de casa” é feita e a empresa tem foco e metas traçadas, é muito mais fácil vender uma ideia e ter o cliente como parceiro em alcançar esses objetivos.

Seu consumidor passa a ter mais segurança ao lidar com uma marca que entende o que e para quem está vendendo, e passa a se identificar e gerar valor para essa marca.

Isso, como já dissemos, gera divulgação, reconhecimento e respeito por sua marca, a partir dos clientes e possíveis futuros clientes. Com isso, você estará garantindo o sucesso de sua empresa.

5 – Todas as equipes da sua empresa produzem mais

O CRM de vendas facilita o acesso a informações, gerando rapidez e foco nas equipes envolvidas – vendas, marketing e o próprio serviço de relacionamento com o cliente.

Produtividade está relacionada a tempo. Uma equipe produtiva passa a criar o mesmo que criava anteriormente, mas em menos tempo.

Isso significa que um negócio mais produtivo, vende mais em um tempo menor que a concorrência.

6 – Todos os dados do cliente em um mesmo local

Esse benefício está conectado com o anterior. A facilidade que um sistema CRM proporciona, para gerenciar cada cliente individualmente, torna a venda muito mais dinâmica.

Rapidez de atendimento e consequentemente solução acelerada do problema são outros fatores positivos. Afinal, o CRM é uma plataforma que apresenta todo o histórico de compra de um cliente. Ela permite que análises comportamentais e indicação de produtos relacionados funcione de modo automatizado.

Isso torna o relacionamento com o cliente mais rápido e humano. Afinal, o sistema permite, de modo automático, que o cliente tenha acesso a tudo o que necessita de modo muito mais ágil.

Você e sua empresa precisam de um software CRM?

A resposta é simples: sim! Não importa o segmento, número de funcionários, processo de vendas ou faturamento. Um CRM é fundamental para ela!

Uma empresa que não usa um bom software de CRM, ou ainda, que não incentiva a centralização dos processos no mesmo, acaba perdendo o controle sobre as vendas. Imagine o seguinte cenário: Você tem que viajar, por algum motivo. Como fará o controle das atividades de seu time de vendas? Como saberá quais as tarefas específicas de cada um? Sem um processo adequado, isso será impossível!

Ou ainda, caso você tenha uma filial ou franquia, como fará para estar por dentro do processo de vendas? Sem um CRM, impossível!

Se sua empresa trabalha com representantes comerciais, como controlar suas atividades e medir sua eficiência? Com um bom software de CRM!

O CRM é uma ferramenta de fundamental importância para o crescimento da empresa. Ele te dará dados precisos, seja para o acompanhamento do crescimento, seja para a projeção do mesmo.

Mas é muito importante entender que não bastante entender o que é CRM. É preciso aplicar suas funcionalidades na prática. É preciso usá-lo de verdade. Caso contrário, os resultados ainda não irão aparecer.

Toda empresa que quer crescer, que visa vender mais e de forma mais rápida e econômica, precisa de um CRM. Caso contrário, o processo de vendas será amador, precário e hora ou outra, trará perda de dinheiro.

Investir em um bom CRM de Vendas é muito mais do que um custo, mas sim um investimento com garantia de retorno para sua empresa.

Pronto para experimentar um software CRM de vendas?

Criar um relacionamento de valor com seu cliente é uma tarefa difícil. É preciso ter em mente que é um trabalho cheio de características distintas e processos que envolvem todas as equipes do seu negócio.

É essencial que a plataforma CRM que sua empresa utilizará seja simples de operar, mas poderosa e cheia de funcionalidades. Ela precisa ser intuitiva, para que seus colaboradores não percam tempo aprendo a utilizá-la.

Seu time de vendas precisa estar seguro com uma ferramenta que se mostra essencial no dia a dia. Por isso, escolher o CRM ideal para seu negócio, que seja aquilo que você precisa, é importantíssimo.

Fale com um consultor hoje mesmo e tenha um aliado completo para você que quer vender mais e melhor e reduzir os custos da operação.

Clique aqui e conheça mais esse CRM de vendas. Quer conhecer mais benefícios do CRM e como ele pode ajudar diferentes segmentos no mercado? Aqui você encontra mais informações!

Estas são ferramentas de crm mais conhecidas no mercado brasileiro:

Ferramentas de crm de marketing

Ferramentas de crm de vendas

Perguntas freqüentes sobre CRM

  1. Qual a diferença entre CRM e ERP?

    ERP – Enterprise Resources Planning é um conceito de software robusto que atende a maioria das áreas e departamentos de uma empresa, inclusive a produção, contabilidade e financeiro.

    O CRM no qual tratarmos neste artigo é voltado para o gestão do relacionamento com o cliente.

    Os dois softwares podem ser integrados para gerar uma sinergia de informação e melhorar a performance empresarial.

  2. O que é eCRM?

    O eCRM é um conceito cunhado na década de 1990, com o objetivo de mostrar que alguns sistemas estavam sendo produzidos para funcionarem online.

    Surgiu depois do conceito do e-mail, o correio eletrônico.

  3. CRM Sales force o que é?

    A Salesforce é uma empresa de tecnologia do vale do silício focada em softwares de automação da força de vendas. O fundador e sua equipe foram os criadores do conceito SaaS – Software como Serviço. Atualmente a Salesforce é a líder mundial em softwares de vendas enterprise.

  4. O que é dynamics crm?

    Dynamics CRM é a marca do software de crm da Microsoft.

O artigo foi útil? Se tiver alguma experiência com o CRM, conte nos comentários!

Conteúdo Super indicado para leitura:

Qual a diferença entre o Pipedrive e o PipeRun?

Cezar Augusto Gehm Filho
cezar@odig.net

Cezar Augusto é empreendedor com mais de 20 anos de experiência, sócio-fundador da ODIG Digital Experts, sócio-fundador e CEO do PipeRun CRM de Vendas, expert em marketing digital, graduado em Administração de Empresas com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, MBA Internacional em Gestão, Excelência e Prosperidade pela Sonata Brasil, desenvolvedor de pessoas e tecnologias para um mundo melhor.