crm para pequenas empresas

6 min de leitura4 pontos para escolher o melhor CRM para pequenas empresas

Escolher de forma assertiva um CRM para pequenas empresas pode ser uma tarefa bastante difícil e, dependendo da situação, até mesmo assustadora.

Talvez você esteja lendo esse texto e nem mesmo sabe ao certo do que se trata um CRM de vendas nem quais são as suas funcionalidades. Mas, calma!

Preparamos um artigo para explicar à você como escolher corretamente um CRM para pequenas empresas de forma mais tranquila e segura. Mais do que isso, como fazer com que ele seja usado de forma correta pela sua equipe.

Falaremos sobre como essa escolha terá um impacto no crescimento da sua receita e na diminuição dos gastos. Portanto, ler com atenção é fundamental e pode ser certeiro na hora de você tomar uma decisão.

Vamos lá?

Boa leitura!

Um CRM para pequenas empresas precisa ser usado: sua equipe entende disso?

Às vezes, muitas iniciativas de implantar um CRM (e aí não importa o porte da empresa, seja ela grande, média ou pequena) esbarra em uma questão simples: sua equipe está disposta a usá-lo?

Em um primeiro momento o “sim” parece a resposta óbvia. Mas, a realidade nem sempre é essa. Ok, você pode forçar sua equipe a usar o sistema, afinal, você fez o investimento. Todavia, essa obrigação repassada aos seus funcionários resultará na baixa qualidade dos dados inseridos no seu sistema.

E, se isso acontecer, você não receberá os insights que precisa para baixar os custos operacionais e, consequentemente, não será possível aumentar o seu lucro. Então, o que fazer?

Listamos, abaixo, 4 fatores que você deve considerar para que um CRM para pequenas empresas obtenha o sucesso que você deseja, com a sua equipe usando-o porque acredita e confia nele, e não por obrigação.

1. Escolha um CRM de vendas moderno e fácil de usar

Design e experiência do usuário são realmente essenciais. Se o CRM de vendas escolhido não for, por exemplo, fácil de usar, intuitivo e simples, ele não será adotado pela sua equipe. Até porque ela, bem ou mal, já tem um jeito de trabalhar, e não irá modificá-lo em favor de algo que não facilita, da maneira que deve, o trabalho diário.

Você deve optar por um CRM que capture automaticamente muitos dados e os mostre, posteriormente, de forma rápida e didática. Isso, aliás, é muito importante: não deixar para a sua equipe o ônus de ter que preencher, manualmente, os dados dentro do seu CRM de vendas. Afinal, isso não faria nenhum sentido, não é mesmo?

Você e a sua empresa precisam ganhar tempo para poder produzir e atender mais e melhor, potencializando a sua gestão de relacionamento com o cliente. É isso que um bom CRM de vendas propicia.

Conheça 5 dicas que podem ser úteis para você aumentar a produtividade no trabalho de vendas da sua empresa.

2. Não ignore os custos. Considere todos

Alguns dos maiores custos na compra e na posterior implementação de um software de CRM para pequenas empresas não são perceptíveis logo de cara. Considere, então, dois elementos preponderantes:

Custo de aquisição

Configurar o sistema requer um esforço inicial. No mundo ideal, o fornecedor que você está escolhendo pode oferecer um pacote de implementação que seja acessível. Assim, a sua tarefa de iniciar o uso do seu CRM de vendas, em tese, estará facilitada. A administração dele se dará de forma ainda mais simplificada.

O que isso significa? Em tese, você não precisará configurar o sistema e ele estará, assim, pronto para o uso.

Custo de manutenção e suporte

Manutenção e suporte contínuos são fundamentais para manter o sistema sempre atualizado e em boa forma. Se a administração do CRM de vendas escolhido for muito complicada, pode ser necessário contratar um administrador da ferramenta (talvez trabalhando em tempo integral), o que, por óbvio, aumentará e muito o custo das licenças anuais de uso do CRM.

3. O CRM de vendas contratado te dará o suporte pelos próximos anos?

Há CRMs que funcionam muito bem para, por exemplo, 2 ou 3 usuários, mas, se utilizados para cerca de 10 pessoas, acaba dando problema. Você, certamente, ao escolher um CRM para pequenas empresas, quer fazer um investimento certeiro e definitivo que dê tranquilidade e segurança nos próximos 3 a 5 anos.

O que você não deseja é ter que lidar com algum projeto inesperado que obrigará a alterar o seu CRM de vendas enquanto você aumenta a sua equipe e/ou amplia o seu negócio.

Para que você possa ter um CRM operacional que atenda à essas necessidades, considere alguns fatores:

  • É necessário que os membros da equipe possam acessar dados específicos dentro do sistema;
  • Poder extrair relatórios avançados;
  • Ter capacidade de definir fluxos de trabalhos automatizados;
  • Ter um API que seja aberta, assim, à medida que você expande seus negócios, é possível integrar o seu CRM de vendas com outros sistemas;

O fato é que, como você está no processo de busca de um CRM para pequenas empresas, é necessário criar uma lista de requisitos que você julga importantes para a administração do seu negócio.

Faça este exercício. Escreva em um papel, ou então em um documento dentro do computador aquilo que você precisa que um CRM de vendas te dê. Assim, e somente assim, será possível maximizar as chances de acertar na escolha do software que vai ajudar sua empresa a crescer.

Listar suas necessidades. Pesquisar qual CRM preenche (quase) todos os requisitos obrigatórios. Comparar opções. Ver se o preço cabe no seu orçamento. Tudo isso faz parte do processo de escolha. Você mais do que ninguém entende do que a sua equipe precisa.

4. Futuro. Qual a sua visão para o seu negócio?

Por fim, o último item do nosso artigo. Mas, por ser o último, não se trata do menos importante. Algo fundamental para quem deseja um software CRM para pequenas empresas é ter bem planejado este ponto.

Onde você deseja chegar com a implantação do CRM escolhido? O que você busca com isso?

Melhorar a gestão de relacionamento com o cliente é, sem dúvidas, um objetivo claro. Mas, mais do que isso, é vital definir metas claras de onde você deseja ir. E aí sim você estará pronto para ter o CRM de vendas como um aliado, um potencializador.

Quanto mais concretas e precisas forem as suas metas, mais fácil serão as decisões a se tomar e, consequentemente, mais fácil será o uso do CRM escolhido.

E aí, o que você deseja? Responda para nós.

Não deixe de ler o nosso artigo sobre gestão de equipes e entenda porque gerir um time vai além do pagamento de comissões.

Ah! Não entendeu algum termo que usamos no texto? Sem problemas! Acesse o nosso glossário de termos de vendas e fique por dentro de tudo.

Um abraço do PipeRun, o seu CRM de vendas. #RunPipeRun

Equipe de Redação
conteudo@odig.net