INSURTECH

5 min de leituraInsurtech: o que é e como ela impacta o setor de seguros

Insurtech é o termo que se dá para a tecnologia aplicada ao setor de seguros. Embora muito difundido muito afora, no Brasil as suas vantagens e a sua aplicação ainda são cercadas de alguns mistérios e incertezas. Porém, suas vantagens para o setor de seguros já são sentidas pelos clientes e também pelas empresas.

Vender seguros e lidar com toda a burocracia do ramo não é dos trabalhos mais fáceis – e você sabe muito bem disso. Por isso, entender o conceito de Insurtech é compreender o futuro e ter o controle do destino dos seus negócios nas próprias mãos.

Seja empresas tradicionais, seja startups, entender e dominar a tecnologia que envolve o trabalho com seguros é essencial.

Por isso, neste artigo abordaremos não só o conceito de Insurtech, como também o seu impacto como um todo no ramo de seguros.

Mais do que isso, de que maneira a sua empresa pode abrir-se às novas tendências do mercado para garantir anos de crescimento e ser ainda mais referência naquilo que faz.

LEIA TAMBÉM:

Vamos lá?

Boa leitura!

O que é insurtech, afinal?

O que é insurtech? Veja significado

Insurance + Technology = Insurtech. Em tradução livre do inglês, seguros + tecnologia.

A junção destas duas palavras surgiu para impactar de forma definitiva e imediata o ramo de seguros no mundo.

As Insurtech são startups – ou serviços -, assim como as fintechs, responsáveis por digitalizar todo e qualquer processo que envolva as corretoras.

A tecnologia serve também para impactar a forma como os clientes contratam planos de seguros – independente se for de vida, viagem, automóvel, etc.

Afinal, pare e reflita. Com consumidores cada vez mais exigentes, com tecnologia cercando nossa rotina, não faz sentido manter hábitos antigos para vender seguros.

Até porque, já se foi o tempo do vendedor que batia de porta em porta para fechar uma venda.

Apesar de ser um mercado tido como conversador, as Insurtech vêm para romper com esse estigma e revolucionar um setor inteiro.

É preciso estar aberto para as tecnologias que vieram para ficar.

Adaptar-se e adotá-las o quanto antes – e de forma assertiva – é garantia de ver os seus negócios prosperarem em meio a tanta resistência à inovação.

Insurtech: benefícios e impacto imediatos

Insurtech: benefícios e aplicações

Impactar os clientes. Gerar valor desde o primeiro contato, passando pela venda e o sucesso do cliente.

O impacto das insurtechs vão muito além do que se pode imaginar em um primeiro momento.

Consumidores mais exigentes fazem com que as seguradoras e profissionais de seguros foquem na experiência do usuário – e não somente no lucro em si.

Um dos principais pontos que a Insurtech reduz praticamente a zero é a burocracia.

Papéis e mais papéis, páginas de contratos, assinaturas e todo aquele modelo clássico da contratação de um seguro fazem cada vez menos sentido no mundo em que vivemos.

Afinal, com automação destes processos, o rendimento de quem trabalha com seguros aumenta.

O tempo de trabalho é otimizado e nenhuma etapa demora mais do que o necessário para evoluir.

Por conta disso, os corretores podem ser ainda mais estratégicos e analíticos, gerando sempre mais valor para quem precisa contratar um seguro.

As insurtechs existem para facilitar o entendimento daquilo que é oferecido. Ela serve para personalizar serviços de acordo com o perfil de cada cliente.

Assim, fica bem mais fácil entender as dores dos clientes, identificar as suas expectativas e atendê-los de forma eficiente e personalizada.

Porém, atenção!

Para o impacto e os benefícios serem imediatos e completos, é preciso mudar primeiramente a mentalidade de gestores e de gerentes.

Só assim as corretoras estarão preparadas para as possibilidades que a tecnologia oferece.

Aplicações

A essa altura você já tem claro que a função das Insurtechs é promover um revolução no setor de seguros, automatizando e modernizando processos e melhorando o relacionamento com o cliente, certo?

Mais do que isso, a tecnologia serve para integrar as corretoras, especialmente a área de vendas e marketing.

Mas, onde exatamente a Insurtech é aplicada?

Um exemplo prático é a função que permite uma cotação simultânea de várias seguradoras do mercado. Esta é a chamada função multicálculo. O processo ocorre de forma automática, bastando o preenchimento online de um único formulário.

Desta maneira, o cliente se sente melhor atendido e fica, consequentemente, satisfeito por ver que suas dores são atendidas.

Além disso, depois de vender, você pode usar a tecnologia como um software de automação de marketing. Assim, você pode seguir relacionando-se com ele.

O objetivo disso? Depois de 12 meses você vai querer que ele renove o contrato com você.

Então, por que não relacionar-se com o cliente ao longo deste período? Por que não nutrir uma boa relação e garantir que suas taxas de retenção sejam cada vez maiores?

Insurtech, CRM… a tecnologia aliada ao setor de seguros

Insurtech

Um exemplo perfeito do que é a tecnologia aplicada ao setor de seguros é o uso de um CRM Online.

É por meio dele que você consegue vender mais e melhor, relacionar-se com os clientes e tornar o trabalho dos corretores mais assertivo.

Além disso,ainda reduz custos de operação de pré-vendas, vendas, marketing e customer success.

Um CRM para corretoras de seguro é simples e prático de usar. É o principal aliado de quem deseja crescer tanto em vendas como em credibilidade junto aos clientes.

E isso começa desde a pré-venda.

Insurtech é tecnologia aliada ao setor de seguros e um CRM traz toda a tecnologia que as corretoras precisam. E ele ajuda no trabalho de, por exemplo, qualificar os leads gerados pelo marketing.

Por meio do funil de pré-vendas, você inicia um relacionamento com o lead para mostrar que é autoridade naquilo que você faz.

Para isso, entregue conteúdo de qualidade, materiais ricos. Pode ser um texto no blog, um eBook ou infográfico que mostre a importância de contratar seguros, por exemplo.

Relacionar-se bem é vender mais

Depois de vender, você precisa fazer o que citamos anteriormente. Você precisa garantir o sucesso do cliente e relacionar-se com ele para que ele renove o contrato que tem com você.

Nisso as Insurtechs ajudam, afinal, você pode programar uma ação automática dentro do CRM. Configure um email mensal entregando conteúdo relevante como pesquisas, estudos e também infográficos.

Se você vendeu um seguro de automóvel, que tal um upsell e buscar vender, também um seguro de viagem ou de vida?

A tecnologia permitirá que você não esqueça de realizar esse relacionamento. Até porque, com volume grande de clientes, fica difícil lembrar de cabeça tudo o que precisa ser feito.

Migrando do Excel para o CRM você adapta-se à exigência do cliente e consegue entregar uma solução sempre mais personalizada para ele.

E aí, como podemos te ajudar?

Aproveite e leia nosso artigo sobre o que é CRM e como ele impulsiona o crescimento das empresas.

Para saber mais sobre o CRM PipeRun e como ele ajuda as corretoras a vender mais, fale com um consultor.

Boas vendas!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM. #RunPipeRun

Equipe de Redação
conteudo@odig.net