Como fazer análise da concorrência? Passo a passo + guia de ferramentas

como fazer análise da concorrência

Aprender como fazer análise de concorrência contribui para que a sua empresa encontre caminhos mais rápidos para superar seus competidores na busca pela aquisição de clientes. 

Por meio desse tipo de investigação, é possível encontrar oportunidades que podem potencializar a vantagem competitiva do negócio dentro do mercado em que ele atua. 

Essa é apenas uma das vantagens que o estudo dos concorrentes pode trazer para a sua empresa. 

Afinal, ao conhecer mais sobre os seus competidores, você reúne informações relevantes sobre o que eles estão fazendo de certo e onde estão errando, o que pode gerar insights poderosos sobre o seu negócio.

Além disso, esse tipo de análise facilita a compreensão da visão que os consumidores têm sobre o concorrente e sobre o setor. 

O resultado é um conjunto valioso de informações sobre como está o mercado atual e quais são as necessidades que ainda não são atendidas. 

Um mix de oportunidades surge a partir disso, contribuindo para a tomada de decisão estratégica dentro da empresa, em busca de superar a concorrência e atender às demandas dos clientes, tornando única a proposta de valor do seu produto ou serviço. 

Em resumo, um estudo dos concorrentes contribui para que sua empresa busque uma melhor posição no mercado, oferecendo as melhores condições para os clientes. 

Como fazer uma análise de concorrência?

Antes de seguirmos para o passo a passo de como fazer, é importante compreender o que é uma análise da concorrência.

A análise de concorrentes é um tipo de pesquisa em que as empresas avaliam seus competidores, o que eles oferecem aos clientes, como realizam seus processos, como fazem a gestão de vendas, quais estratégias de marketing utilizam e qual o tipo de experiência  oferecem.

A partir desse estudo dos concorrentes é possível entender:

  • a situação atual da sua empresa em comparação a eles,
  • avaliar faltas que precisam ser sanadas,
  • identificar oportunidades que podem ser aproveitadas para aumentar  a vantagem competitiva. 

Com isso em mente, seguimos para o passo a passo de como fazer análise da concorrência. 

1. Identifique seus concorrentes

Sem dúvida, o primeiro passo para fazer a análise da concorrência é identificar quem são esses competidores. 

Existem dois tipos de concorrentes: diretos e indiretos. O concorrente direto é aquele que oferece o mesmo produto ou serviço e tem o mesmo perfil de cliente ideal que a sua empresa.

Já um concorrente indireto é aquele que vende produtos ou serviços semelhantes, mas busca atender uma persona diferente, ou vende produtos e serviços distintos, mas atende ao mesmo perfil de cliente.

Faça uma lista desses concorrentes, considerando os diretos e indiretos. 

2. Avalie os produtos e serviços oferecidos

Você pode usar a internet para fazer essa pesquisa. Observe quais produtos e serviços são vendidos, quais os recursos eles oferecem e qual é a proposta de valor principal. 

Busque por cases de sucesso das empresas e identifique quais as suas vantagens e resultados alcançados.

Inicialmente não é preciso comparar com o que a sua empresa faz, basta analisar o que eles fazem. 

Organize as informações em uma tabela ou de outra forma que facilite você identificar informações chave sobre o concorrente.  

3. Observe a política de preços 

Quanto custa o produto ou serviço do seu concorrente? O que inclui esse valor? Existem diferentes pacotes de contratação? O que diferencia cada um deles? 

O preço é um dos argumentos de vendas mais valiosos do mercado, por isso é importante compreender os valores que a concorrência pratica. 

Lembre-se de que o preço da sua oferta deve ser competitivo. Logo, ele deve  estar adequado ao que o mercado oferece. 

Inclua essas informações na tabela criada para a análise da concorrência. 

4. Liste os canais de venda dos concorrentes 

A forma como uma empresa vende seus produtos ou serviços pode ser a grande fonte de sucesso (ou fracasso) de um negócio.

Por isso, identifique as opções que seus concorrentes oferecem aos clientes. Eles vendem apenas em ambiente físico? Possuem loja virtual? Vendem usando o Instagram? E pelo WhastApp? Possuem lojas dentro de marketplaces

Cada tipo de negócio terá seu próprio leque de canais de venda mais eficientes, por isso, faça a sua própria lista e pesquise as opções oferecidas pelos competidores. 

5. Compreenda o papel da tecnologia no negócio

A tecnologia acelera os processos de produção e gestão das empresas, por isso, se um concorrente utiliza mais tecnologia em seu dia a dia pode estar ganhando em aspectos como velocidade de entrega e qualidade de suporte. 

Ao fazer a análise da concorrência, compreenda o quanto do cotidiano das empresas é baseado em processos que usam a tecnologia para alcançar maior performance. 

Um estudo levantado pela TNS Research mostrou que empresas que investem em tecnologia têm maior faturamento e crescem aproximadamente 60% a mais em comparação com as  que não fazem esse tipo de investimento. 

Por isso, inclua em sua avaliação uma análise sobre o papel da tecnologia nos processos da concorrência. 

6. Analise a presença online dos concorrentes

Um estudo da Math Ads revelou que  9 em cada 10 brasileiros pesquisam na internet antes de fazer uma compra. 

Se a empresa não está presente em canais digitais é provável que esses clientes não encontrem os produtos e serviços dela, concorda? 

Entretanto, além de ter uma atuação online é preciso compreender a qualidade dessa presença. Por isso, ao fazer a análise de concorrência, observe elementos como:

  • as funcionalidades oferecidas no site,
  • o suporte das redes sociais, 
  • a facilidade  do processo de compras digital, 
  • o engajamento do público, e mais. 

Todas essas análises depois precisarão ser confrontadas com a avaliação feita sobre a sua própria empresa. 

Afinal, qual  é a qualidade da sua presença digital? Ela contribui efetivamente para o aumento das taxas de conversão de vendas

7. Saiba mais sobre a experiência dos clientes com a empresa

Uma das formas de compreender o nível de satisfação dos clientes de seus concorrentes é realizar uma pesquisa direta, perguntando a eles sobre a qualidade da experiência que vivem. Contudo , nem sempre é fácil acessar  a lista de contratantes de seus competidores. 

A boa notícia é que atualmente é possível ter acesso a essas informações a partir de uma pesquisa online em canais como o Google e o Reclame Aqui. O último permite que você verifique a nota da empresa de acordo com as avaliações de clientes, compreende a principal reclamação feita por eles e ainda verifica se as questões foram respondidas e resolvidas. 

Além disso, as redes sociais também são importantes fontes de avaliações de clientes, em especial o Twitter, bem como Facebook e Instagram. 

Observe os comentários no site do concorrente e nas redes sociais deles. Essas áreas oferecem muito conteúdo para seu estudo e insights sobre o que precisa melhorar.

Agora sim, você já sabe como fazer análise da concorrência, é só seguir o passo a passo:

  1. Identifique seus concorrentes
  2. Avalie os produtos e serviços oferecidos
  3. Observe a política de preços 
  4. Liste  os canais de venda dos concorrentes 
  5. Compreenda o papel da tecnologia no negócio
  6. Analise a presença online dos concorrentes
  7. Saiba mais sobre a experiência dos clientes com a empresa 

Lembre-se de organizar todas essas informações para que você tenha uma fonte confiável e integrada de dados para analisar. 

5 ferramentas para analisar concorrentes

A seguir, listamos algumas ferramentas que vão te ajudar a fazer a análise da concorrência. 

Google Alerts

Ideal para acompanhar citações feitas aos seus concorrentes. Crie alertas com palavras relacionadas ao produto, serviço ou nome da concorrência e seja notificado toda vez que elas foram publicadas.

SEMRush

O SEMRush é uma ferramenta robusta de SEO que permite avaliações mais avançadas sobre os resultados de seus concorrentes, informando sobre o posicionamento no Google, classificação, tráfego por palavras-chave e mais. 

Open Site Explorer

O Open Site Explorer permite que você acompanhe quais canais estão fazendo linkagem para os conteúdos de seus concorrentes. É uma ótima opção de ferramenta para acompanhar as estratégias de link building de seus competidores.

Buzzsumo

Permite que você acompanhe os resultados dos competidores dentro das redes sociais. Por exemplo, é possível saber qual publicação gerou mais compartilhamentos.

SimilarWeb

A ferramenta possibilita que você analise o volume de tráfego gerado pelo site de seus concorrentes e inclui uma lista de outras informações associadas. Vale a pena inserir esses dados ao fazer a análise da concorrência. 

A análise da concorrência contribui diretamente para a criação de estratégias de vendas mais eficientes que buscam superar a concorrência e atender aos consumidores. 

Esse tipo de estudo permite uma visão ampla do mercado e do que falta nele, sendo muito valioso para quem busca aumentar a vantagem competitiva. 

Dentro do processo de vendas, o uso de um CRM se faz estratégico em diversos momentos da jornada de compra, inclusive no compartilhamento de informações que são muito valiosas para a gestão de vendas e de clientes. 

Com o CRM você saberá, por exemplo, a origem dos leads. Isso já ajudará você a entender o comportamento dele.

Depois, com as personas bem definidas e as dores mapeadas, você saberá o que precisa entregar como valor para essa pessoa.

Em suma, o CRM ajuda você a ter uma vantagem competitiva que vai levar ao aumento dos resultados comerciais.

Por isso, te convidamos a conhecer agora mesmo a nossa plataforma de aceleração de vendas e começar o seu teste gratuito do CRM PipeRun

Entenda como podemos te ajudar a alavancar seus resultados. 

Boas vendas!

#BoraBaterMeta

Compartilhe
Publicidade

Mais automação. Mais economia. Mais resultado.

Contar com uma plataforma nacional de aceleração de vendas é muito mais negócio.

Acompanhe todas as novidades sobre Marketing e Vendas

Se inscreva em nossa newsletter e fique por dentro!