Destaques:

Tomada de decisão: como fazer e os cuidados para gestores nesta hora

Tomada de decisão: como agir da melhor maneira?
Augusto Turcato
Augusto Turcato, especialista há 10 anos em marketing de conteúdo, faz parte do time de marketing que ajuda milhares de vendedores, gestores e empreendedores brasileiros a aumentar suas vendas com metodologias e tecnologias aqui no CRM PipeRun.

Resumo do artigo:

A tomada de decisão é importantíssima nas nossas vidas, mas na gestão de uma empresa ela é vital, ainda mais quando é feita rapidamente e de forma assertiva;

Para isso, o gestor precisa estar bem munido de dados para no momento chave conseguir decidir de forma proveitosa quando uma oportunidade surge;

Os dados necessários para uma boa tomada de decisão podem ser obtidos por meio do CRM PipeRun, com relatórios completos e diretos ao ponto para ajudar gestores nas decisões do dia a dia.

A tomada de decisão é um momento que exige o máximo de cuidado por parte de gestores em qualquer setor ou situação dentro de uma empresa.

Escolhas equivocadas ou até mesmo apressadas podem determinar o sucesso ou o fracasso de alguma venda ou até mesmo do negócio como um todo.

Por outro lado, se o processo interno está ajeitado, se as etapas para a tomada de decisão são cumpridos, há uma enorme chance de melhor os resultados a partir dessa escolha.

Seja qual for o assunto ou a situação, tomar decisões exige e sempre exigirá muita calma e cuidado. Até porque, invariavelmente essa tomada de decisão envolverá custos financeiro e pessoas – ou ambos.

Razão e emoção. Escolher entre tantas alternativas. Definir o futuro de uma ou muitas pessoas, de uma empresa grande, média ou pequena. Tomar decisões não é uma tarefa fácil e você precisa estar calmo e cercado de todas as informações para tal.

Neste artigo, falaremos sobre a importância de cumprir essa missão com o maior cuidado possível. Elencamos alguns fatores que não podem ser negligenciados para que essa tarefa ocorra da melhor maneira possível e que todos possam ter a melhor experiência.

O intuito aqui é facilitar um pouco o processo de tomada de decisão que, por mais que adiemos, se tornará inevitável em vários momentos de nossa vida. Seja ela profissional, seja ela pessoal.

Fique com a gente.

Boa leitura!

EBOOK GRÁTIS

Baixe Guia Completo para
Gestão de Times de Vendas

O material irá por e-mail. Confira a caixa de entrada e também a de SPAM.

O que é a tomada de decisão nas organizações?

A tomada de decisão é um processo que acontece em qualquer organização, independentemente do tamanho ou mercado de atuação.

Seu principal objetivo é resolver um determinado problema, a partir da análise de duas ou mais alternativas.

Como você já deve saber, decisões não podem ser tomadas de uma hora para a outra, especialmente em uma empresa.

Portanto, esse processo deve envolver uma série de etapas, como coleta de informações, análise de cenários e planejamento.   

Se você ainda não sabe como tomar boas decisões em sua empresa, fique tranquilo. Neste conteúdo, compartilhamos as melhores práticas para implementar esse processo.

Qual é a importância da tomada de decisão?

Cada escolha que você faz, seja no âmbito pessoal ou profissional, gera um impacto na sua vida.

A grande dúvida que muita gente tem é: Como saber se estou tomando a decisão certa?

É impossível ter total certeza sobre as consequências das suas escolhas, porém, um processo racional pode reduzir consideravelmente os riscos de erros.

No mundo dos negócios, o processo decisório é essencial para aproveitar oportunidades, alcançar bons resultados e crescer.

Com base nele, é possível seguir caminhos mais seguros e se planejar para enfrentar qualquer tipo de situação.

Lembrando que certas decisões podem impactar a vida de muitas pessoas dentro das organizações, como funcionários e até mesmo clientes.

Por isso, recomendamos ter um processo decisório bem detalhado e baseado em dados concretos para evitar consequências negativas. 

Colaborativa

Antigamente, o processo decisório ficava concentrado apenas na figura do gestor. Hoje, muitas empresas estão adotando um modelo no qual todos têm voz para opinar e participar.

Como seu nome sugere, a tomada de decisão colaborativa é aquela que envolve um time, ou seja, pessoas com diferentes experiências de vida.

Esse tipo de processo é extremamente eficaz para as organizações, pois a opinião de um grupo pode trazer uma compreensão mais detalhada sobre as consequências positivas e negativas que uma determinada escolha pode gerar.

Para colher bons resultados com essa prática, é importante unir todas as visões para que o grupo chegue em um consenso. 

Especializada

Você já enfrentou dificuldades para tomar uma decisão muito importante para o seu negócio?

Em determinadas situações, mesmo com o apoio do time, pode ser difícil fazer uma escolha, principalmente quando tem o potencial de gerar um grande impacto nos resultados.

Nesse caso, uma alternativa é recorrer ao processo de decisão baseado na visão de um ou mais especialistas no assunto.

Geralmente, essas pessoas entendem muito bem do seu problema ou até mesmo já vivenciaram algo parecido com o que você está passando.

Assim sendo, podem sugerir ações e soluções para te ajudar a tomar uma decisão mais assertiva e com menos riscos para a sua empresa. 

Baseada em valores

Quais são os valores éticos e morais que você não abre mão em sua vida pessoal e profissional?

Ao longo da vida, cada pessoa desenvolve sua visão do que é certo e errado. Essa visão serve para guiar comportamentos, atitudes e decisões.

O processo decisório baseado em valores leva em consideração aquilo que você mais acredita, para escolher a alternativa que apresenta o menor risco.

Para ter eficácia, é importante que suas decisões baseadas em valores sejam complementadas com outros critérios, principalmente quando falamos de negócios.

Além de considerar seus valores, leve em consideração as variáveis técnicas, além da visão do grupo. 

Etapas da tomada de decisão

Tomada de decisão nas empresas

Agora que você já conhece a importância da tomada de decisão e os principais tipos, que tal aprender a conduzir esse processo?

Abaixo, compartilhamos as principais etapas da tomada de decisão. Continue a leitura para descobrir mais.

Definir o problema

O primeiro passo do processo de tomada de decisão é determinar o problema a ser solucionado ou a pergunta que você busca responder.

Para ter clareza sobre essas questões, recomendamos pensar nas seguintes perguntas:

  • Qual é o problema que eu quero resolver?
  • O que eu quero alcançar com isso?
  • Como posso mensurar os impactos gerados pela decisão?

Lembrando que o problema delimitado nessa etapa guiará todas as etapas posteriores, portanto, defina-o de forma racional. 

Coletar informações

A segunda etapa do processo decisório é a coleta de informações que serão utilizadas para fundamentar a decisão final.

Essa fase também é conhecida como diagnóstico, pois estimula diferentes análises para determinar o contexto do problema.

Existem muitas maneiras de coletar essas informações, como por exemplo, por meio de formulários, entrevistas com clientes, relatórios anteriores ou observação.

Analisar as alternativas

Nesse ponto, você já sabe o problema que quer resolver e já tem as informações certas para guiar o processo de tomada de decisão.

Portanto, é hora de analisar quais são as alternativas viáveis para, de fato, resolver a questão levantada.

Logo, recomendamos fazer um brainstorm com toda a equipe para captar diferentes tipos de sugestões. 

Escolher a melhor opção

Após captar alternativas, você deve filtrar as mais adequadas e, depois disso, fazer uma análise detalhada de cada uma delas.

Um exercício que pode te ajudar a escolher a melhor opção é levantar cenários para essas alternativas.

Com as variáveis organizadas, fica muito mais fácil escolher o caminho com maior potencial de gerar bons resultados.

Planejar e executar

Depois de decidir a melhor alternativa, chegou a hora de colocá-la em prática!

Porém, antes de colocar a mão na massa, recomendamos reservar um tempo para criar um plano de ação junto com a equipe envolvida no processo.

Para colher resultados consistentes, você deve agir somente após completar a fase de planejamento.

Monitorar os resultados

O que fazer depois de tomar uma decisão? Essa é uma dúvida de muitas pessoas!

A última fase do processo decisório é o acompanhamento dos resultados para entender o impacto que essa escolha gerou para o negócio.

Para confirmar a eficácia de uma decisão, pense nas seguintes questões:

  • A decisão resolveu o problema que você definiu na primeira etapa?
  • Quais foram os impactos dessa decisão? Negativos? Positivos?
  • Quem foi impactado e como?

Sem dúvidas, essa prática pode ajudar você e sua equipe a tomar decisões mais assertivas no futuro. 

Como funciona a análise de dados para tomada de decisão?

Você já ouviu falar em data driven?

Esse termo refere-se a tomada de decisão orientada por dados.

Ou seja, aquela que se baseia em análises detalhadas sobre as mais diversas variáveis de uma empresa, como saúde financeira, estratégias de marketing e vendas, entrada de novos clientes, etc.

Esse processo funciona a partir da análise de métricas e padrões que podem ser utilizados para trazer mais segurança ao processo decisório.

Para implementar essa prática na sua empresa, é preciso abandonar as planilhas e contar com ferramentas tecnológicas que podem oferecer relatórios e dados consistentes sobre a operação.

Um CRM, por exemplo, pode te ajudar a consolidar dados de marketing, vendas e atendimento para orientar decisões mais objetivas.

Além disso, é importante priorizar indicadores de desempenho, também conhecidos como KPIs, para acompanhar os impactos das suas decisões.

Se você ainda não tem familiaridade com o assunto, descubra os 7 KPIs de vendas para alavancar os resultados da sua empresa. 

Como tomar decisões?

Você sabe como tomar boas decisões? Mais do que entender o processo decisório, é preciso conhecer algumas boas práticas para aplicar no seu dia a dia! 

Abaixo, compartilhamos algumas dicas que podem te ajudar com essa tarefa!

Saiba o impacto das ações

Antes de tomar uma decisão, é importante levantar os possíveis impactos que ela pode gerar, tanto para os resultados do seu negócio, quanto para a vida de outras pessoas.

Após tomar a decisão, repita o mesmo exercício! Analise o que foi bom e o que foi ruim para considerar um plano B, se necessário.

Analise os dados recolhidos

Decisões baseadas em dados costumam ser mais assertivas, afinal, levam em consideração análises detalhadas sobre diferentes áreas de uma organização.

Por isso, nossa dica é colher o máximo de dados e informações antes de tomar uma decisão. 

Além de facilitar as análises da equipe, essa prática pode evitar que você cometa os mesmos erros que já foram cometidos no passado. 

Use métricas

Para acompanhar os impactos de uma decisão, nada melhor que utilizar as métricas-chave do setor ou da companhia.

Percentuais como taxa de conversão, custo de aquisição e churn, por exemplo, podem te dizer muito sobre a eficácia da sua decisão.

Tenha um objetivo em mente

Como falamos anteriormente, o primeiro passo para tomar uma decisão é identificar, de forma clara, o objetivo que você pretende alcançar.

Sem um objetivo definido, qualquer caminho serve, concorda? 

Para evitar decisões desalinhadas, tenha certeza sobre o problema que você quer resolver durante o processo. 

Conclusão

Gostou de conhecer mais sobre o processo de tomada de decisão e como ele pode impactar os seus resultados?

Se você enfrenta problemas com a tomada de decisão dentro da sua empresa, siga nossas dicas para implementar um processo mais prático e eficaz!

Aproveite e confira mais dois artigos que podem ser úteis para você:

O primeiro fala da metodologia 5S, que pode ajudar sua empresa a saber qual rumo tomar.

Já o segundo aborda sobre o que é análise SWOT ou matriz SWOT, que contribui para o planejamento estratégico e auxilia gestores a decidirem sobre os rumos dos negócios.

Boas vendas!

FAQ – Perguntas Frequentes

Dúvidas mais comuns sobre tomada de decisão nas empresas.

Qual é o conceito de tomada de decisão?

Em resumo, tomada de decisão é um processo que orienta a escolha de uma alternativa dentre várias possíveis. Pode envolver uma única pessoa ou até mesmo um grupo, o que é mais comum em organizações. 

Quais são os tipos de tomada de decisão?

Existem diferentes tipos de tomada de decisão, como por exemplo, programadas, semi programadas, não-programadas, colaborativas, especializadas e baseadas em valores.

Quais são as fases do processo de tomada de decisão?

O processo de tomada de decisão é composto por 5 fases: definição do problema, coleta de informações, análise de alternativas, escolha da melhor opção, planejamento/execução e monitoramento dos resultados. 

Mais automação. Mais economia. Mais resultado.

Contar com uma plataforma nacional de aceleração de vendas é muito mais negócio.

Acompanhe todas as novidades sobre Marketing e Vendas

Se inscreva em nossa newsletter e fique por dentro!