Webhook: o que é, como funciona, por que e como usar

webhook
Augusto Turcato
Augusto Turcato, especialista há 9 anos em marketing de conteúdo, faz parte do time de marketing que ajuda milhares de vendedores, gestores e empreendedores brasileiros a aumentar suas vendas com metodologias e tecnologias aqui no CRM PipeRun.

Resumo do artigo:

Um webhook permite que um sistema envie informações em tempo real para outro sistema, assim que um evento específico ocorrer;

Serve para integrar sistemas, automatizar ações e garantir que os dados estejam sempre atualizados;

O CRM de Vendas da PipeRun utiliza webhooks para se conectar a diversas ferramentas e plataformas, com o propósito de acelerar seus processos de vendas e melhorar a eficiência operacional.

Você sabe o que é um webhook? Se você já ouviu falar nesse termo, mas não tem certeza do que ele significa, você está no lugar certo. 

De maneira simplificada, um webhook funciona como uma específica de mensageiro.

Sua função é, basicamente, avisar outros sistemas ou partes da sua própria aplicação de que algo, ou um evento, aconteceu. 

Ainda está difícil de entender? Não se preocupe!

Neste artigo, vamos te explicar o que são webhooks, como eles funcionam, por que são tão importantes e, especialmente, como utilizá-los da melhor forma na sua empresa.

Então, continue a leitura e se prepare para descobrir tudo sobre o tema.

Vamos lá!?

EBOOK GRÁTIS

Baixe Guia Completo para
Gestão de Times de Vendas

O material irá por e-mail. Confira a caixa de entrada e também a de SPAM.

O que é webhook?

O webhook é uma tecnologia que permite que um sistema envie informações automáticas para outro, assim que um evento específico acontece.

De maneira simples, funciona como um “gatilho”, que dispara uma notificação para um endereço pré-definido na internet, facilitando a comunicação em tempo real entre diferentes sistemas ou aplicativos.

Você pode, por exemplo, configurar um webhook para notificar o seu sistema de estoque toda vez que um produto for vendido.

Assim, o sistema de estoque atualiza a quantidade disponível daquele produto, sem que você precise fazer esse processo manualmente. Legal, né?

Como funciona um webhook?

Como você acabou de descobrir, o webhook é uma ferramenta que ajuda sistemas diferentes a se comunicarem.

Apesar de parecer complicado, saiba que ele funciona de maneira relativamente simples, seguindo esse racional:

  • Evento: Tudo começa com um evento em um sistema ou aplicativo, que pode ser qualquer coisa: uma nova venda em uma loja online, um novo cadastro de usuário, uma mensagem recebida, etc;
  • Notificação: Quando esse evento ocorre, o sistema onde ele ocorreu envia uma “mensagem” para outro sistema. Essa mensagem é o que chamamos de webhook;
  • Ação: O sistema que recebe o webhook é programado para realizar uma ação específica assim que recebe essa notificação, como registrar a venda em um sistema de contabilidade, adicionar um novo usuário a uma lista de e-mails, entre outros.

O que é webhook?

Qual a diferença entre webhook e API?

Webhook e API são dois conceitos diferentes na programação, mas ambos essenciais para permitir a comunicação e a interação entre diferentes sistemas.

Em resumo, uma API permite que um sistema solicite informações de outro, de maneira ativa.

Essa comunicação pode acontecer nos dois sentidos: o sistema A pode fazer uma solicitação ao sistema B e, da mesma forma, o sistema B pode fazer uma solicitação ao sistema A.

Portanto, podemos dizer que a API funciona com base em um modelo de solicitação e resposta, já que um sistema faz uma pergunta (solicitação) e, então, espera pela resposta.

Agora, quando falamos de webhook, estamos nos referindo a uma tecnologia que permite que um sistema seja notificado automaticamente quando algo acontecer em outro sistema.

A comunicação costuma acontecer em uma única direção: o sistema A avisa (envia uma notificação) ao sistema B quando um evento específico acontece.

Ou seja, ao contrário da API,o webhook não espera uma resposta imediata — apenas envia a notificação para o outro sistema.

Quais os diferenciais dos webhooks?

Um dos principais diferenciais dos webhooks é que, ao contrário das APIs tradicionais, onde você precisa solicitar informações, eles notificam você automaticamente quando algum evento acontece.

Isso significa que, como as informações vão até você, não há necessidade de ficar verificando toda hora se existem atualizações, o que ajuda a economizar tempo e recursos.

Além do mais, é possível utilizar chaves secretas e criptografia para garantir a segurança das transferências de dados.

Resumindo: trata-se de uma tecnologia que pode trazer otimizar muito o seu tempo e o de sua equipe com processos manuais, ainda com a vantagem de ser bastante segura.

Quando usar webhooks?

Quando usar webhooks?

Agora que você sabe o que é um webhook e como ele funciona, vamos entender quando usá-lo, de fato?

Abaixo, compartilhamos 3 situações nas quais os webhooks se fazem mais que necessários. Acompanhe!

Transbordo de informações

Em situações onde há uma grande quantidade de dados sendo gerados e enviados com frequência, pode ser muito difícil para um sistema verificar a todo o momento se existem novas informações disponíveis.

Portanto, utilizando o webhook, é possível configurar um sistema para receber notificações automáticas somente quando eventos específicos ocorrerem.

O resultado disso? Redução da necessidade de verificação constante e, é claro, uma melhoria na gestão dos fluxos de informações.

Garantir integridade de dados

Manter a integridade dos dados quando existe integração entre diferentes sistemas pode ser um desafio, principalmente se as mudanças ocorrem com frequência.

A boa notícia é que os webhooks podem ser usados para resolver exatamente essa situação.

Afinal, eles podem notificar um sistema imediatamente quando há uma alteração nos dados de outro sistema, garantindo que as informações sejam atualizadas em tempo real.

Atualizações ágeis

Como comentamos acima, quando eventos importantes ocorrem em um sistema, o webhook garante que outro sistema seja notificado na mesma hora, permitindo ações e reações imediatas.

Inclusive, pode servir como gatilho para iniciar fluxos de trabalho automatizados, seja para reduzir a necessidade de intervenção humana e/ou acelerar a execução das tarefas.

Boas práticas de como criar um webhook

Para trabalhar com um webhook, é crucial seguir algumas boas práticas para garantir que ele seja eficiente, seguro e escalável.

Atenção com a perda e duplicidade de dados

Ao criar um webhook, você deve garantir a integridade dos dados. Para isso, nossa dica é implementar verificações e lógicas para lidar com possíveis perdas ou duplicidades.

Verifique erros de aplicação

Outra boa prática é ter um sistema de tratamento de erros eficaz e, obviamente, garantir que todos os erros sejam identificados e registrados.

Como você deve imaginar, essa prática torna o processo de diagnóstico e resolução de problemas ainda mais eficiente.

Além disso, você também precisa validar os dados recebidos pelo webhook antes de processá-los, para prevenir inconsistências e erros.

Confira a possibilidade de escalar

Por fim, tenha a certeza de que o seu webhook está preparado para lidar com um aumento na carga de trabalho.

Para evitar qualquer erro no processo, utilize um design sem estado e balanceadores de carga para distribuir as requisições de forma eficiente.

Outra dica é monitorar o desempenho do sistema e implementar alertas para ser notificado em caso de problemas dessa natureza.

Não esqueça de realizar testes de carga para validar a capacidade do seu webhook de lidar com grandes volumes de tráfego.

Como usar webhooks

Como usar webhooks para acelerar processos nas empresas?

Utilizar webhooks pode ser uma boa estratégia para acelerar diversos processos dentro de uma empresa, como aquisição de clientes, relacionamento e pós-venda.

Como comentamos, webhooks possibilitam uma comunicação mais rápida e integrada entre diferentes plataformas, garantindo a troca e a integridade dos dados em tempo real.

Nesse sentido, vamos explorar como o webhook do CRM de Vendas da PipeRun pode se integrar com diversas plataformas cruciais para a execução desses processos.

Integração entre sistemas

A primeira e mais óbvia vantagem dos webhooks é a capacidade de integrar diversas plataformas. 

Isso vai desde o marketing, com plataformas de automação de marketing, até pré-vendas e vendas, envolvendo ferramentas como chatbots do CXM de Atendimento e telefonia VoIP

A integração não para por aí, se estendendo até o pós-venda, com a conexão com ERPs.

Ações automáticas

Utilizando o CRM PipeRun, é possível configurar ações automáticas em qualquer etapa de qualquer funil de vendas. 

Uma dessas ações pode ser ‘enviar para URL’, uma funcionalidade realizada via webhook. 

Esse recurso pode ser utilizado para uma variedade de finalidades, como atualizar cadastros em ERPs, plataformas de automação de marketing, alterar status de pedidos, adicionar ou atualizar tags, entre outros. 

Todas essas ações podem ser automatizadas para ocorrerem instantaneamente quando um card é movido de uma etapa para outra no CRM.

EBOOK GRÁTIS

Tenha uma equipe de marketing de alta performance e aumente sua captação de leads

O material será enviado por e-mail. Confira a caixa de entrada e também de spam.

Potencializar a captação de leads

Quando se trata da integração com plataformas de automação de marketing, os webhooks podem ser usados para nutrir leads que foram inseridos no CRM, a partir de uma régua de relacionamento via e-mail.

Além disso, a integração com plataformas de chat web e chatbot pode facilitar o processo de captura de leads diretamente do site, seja em landing pages ou blog posts.

O grande diferencial dos webhooks é que eles permitem uma comunicação bidirecional. 

Isso significa que, assim como você pode enviar leads do PipeRun para outras plataformas, também é possível receber informações e atualizações de volta. 

Essa prática, por sua vez, cria um ecossistema de dados integrado e em constante atualização — tudo para manter a agilidade nos processos da empresa.

Melhorar qualificação de leads

Melhorar a qualificação de leads é uma etapa primordial em qualquer estratégia de vendas, e os webhooks podem colaborar com esse processo. 

Além das integrações que já mencionamos, com chatbots e webchat, também é possível usar os webhooks para otimizar as interações via telefonia VoIP.

Com essa integração, os SDRs conseguem realizar ligações de maneira mais ágil.

Sem falar que, dessa maneira, todas as interações são automaticamente gravadas e armazenadas dentro de cada card de oportunidade no CRM.

A partir dessas gravações, os líderes de equipe podem identificar áreas de melhoria, ajustar scripts e investir em treinamentos e roleplays mais direcionados.

Acelerar vendas

Assim como na etapa de pré-vendas, os webhooks podem ser úteis para acelerar o processo e fazer com que o time comercial feche novos negócios de maneira acelerada.

Afinal, a integração entre diferentes sistemas e plataformas ajuda a otimizar o tempo da equipe e ainda garante que as informações fluam rapidamente e sem erros.

EBOOK GRÁTIS

Guia para estruturar Estruturar Setor de Pré-Vendas (SDR) de Alta Performance

O material irá para o seu e-mail. Veja a caixa de entrada e também a de spam.

Qualificar o pós-venda

Os webhooks têm um papel importante no processo de qualificação do pós-venda, já que facilitam a integração entre o CRM e os sistemas ERPs

Como atualizam automaticamente os cadastros e planos de assinatura, eles garantem que as informações dos clientes estejam sempre em dia.

Além disso, ainda podem alertar sobre renovações de contratos, para que nenhuma oportunidade de negócio seja perdida. 

Lembrando que essa troca de dados também otimiza os processos internos e oferece insumos para as equipes de Customer Success (CS), que podem trabalhar para fortalecer o relacionamento com o cliente e identificar oportunidades para upsell e cross-sell.

Tudo isso só é possível graças ao transbordo de informações do CRM para outras ferramentas.

Acelere processos com o CRM de Vendas da PipeRun

Está buscando otimizar seus processos de vendas e ter uma gestão leads e oportunidades mais eficaz?

Saiba que contar com um CRM integrado a outros sistemas pode fazer toda a diferença para tornar esse processo mais fluido.

O CRM de Vendas da PipeRun, por exemplo, oferece uma máquina de vendas completa e totalmente integrável com outras ferramentas.

Ou seja, a partir disso, os dados de suas oportunidades podem ser trocados em tempo real, sem atrasos ou perdas de informação.

Se você quer garantir a integridade dos seus dados e tomar decisões muito mais assertivas para impulsionar seus resultados, fale hoje mesmo com um de nossos consultores.

Para nós, será um prazer te ajudar a vender muito mais e melhor.

Conclusão

Se você chegou até aqui, já sabe que os webhooks podem automatizar a comunicação entre diferentes sistemas.

Em resumo, eles garantem que as informações fluam rapidamente e sem erros, com o objetivo de otimizar processos e trazer melhorias para a experiência do cliente.

Então, se você ainda não utiliza essa tecnologia, procure por ferramentas que possuem webhooks de integração, como o CRM PipeRun.

Esperamos que essa explicação tenha servido para tirar suas dúvidas e te mostrar um pouco do potencial dos webhooks. 

Gostou e quer aprender mais? Não se esqueça que temos muitos outros temas interessantes e dicas úteis aqui no blog. 

Continue acompanhando para não perder nada!

Até a próxima!

FAQ – Perguntas Frequentes

O que faz um webhook?

Um webhook envia automaticamente informações de um sistema para outro quando um evento específico ocorre, sem a necessidade de atualizações manuais.

Qual a diferença entre webhook e API?

Uma API permite a comunicação entre sistemas, geralmente requerendo que um sistema solicite informações do outro. Já um webhook é um meio de um sistema receber informações automáticas do outro assim que um evento específico ocorre.

Mais automação. Mais economia. Mais resultado.

Contar com uma plataforma nacional de aceleração de vendas é muito mais negócio.

Acompanhe todas as novidades sobre Marketing e Vendas

Se inscreva em nossa newsletter e fique por dentro!