Landing Page (LP)

10 min de leituraLanding page: o que é? Para o que serve? Veja 9 dicas práticas para criar!

Landing page, ou LP, é uma página estruturada e pensada em todos os seus elementos para converter visitantes em leads. Elas são muito usadas em campanhas de marketing digital e a sua aplicação é estratégica, geralmente oferecendo algum conteúdo rico em troca dos dados do potencial cliente.

Quem quer ter sucesso nas estratégias de marketing digital precisa entender e se valer de boas LPs para impactar seus possíveis consumidores.

Além de criar conteúdos de valor, que realmente encantem os usuários, é preciso entregar isso de forma inteligente e atrativa.

De nada adianta criar algo muito bom se você não consegue comunicar isso e, muito menos, ganhar alguns segundos de atenção.

Neste sentido, a criação de uma landing page é estratégica e vital para conseguir gerar bons leads para a sua empresa começar a nutri-los.

É, se não passo inicial, um dos primeiros para conseguir atingir seu público-alvo da maneira certa.

Qual é ela? Mostrando que a sua marca é referência naquilo que faz. Que domina o assunto e que simplesmente tem que ser ouvida a todo momento.

Neste artigo, abordaremos a importância de uma LP no marketing das empresas. Conceito, como aplicar, um passo a passo com dicas e também checklist na hora de criar.

Desta forma, você conseguirá, de maneira mais precisa, atrair mais consumidores para sua marca.

Vamos conferir?

Boa leitura!

O que é landing page (LP)?

O que é Landing Page (LP)?

A landing page, na tradução, é a página de destino do usuário que vem de uma campanha de e-mail marketing, links patrocinados ou outra oferta.

Ela é uma parte importante da estratégia de como atrair clientes. Faz parte de uma boa estratégia de marketing digital, da qual o inbound marketing apoia-se – e muito!

Trata-se da página de conversão do usuário de visitante em lead e se encontra no estágio “converter” do funil do inbound.

Esta página é onde o usuário troca suas informações (como e-mail, nome, telefone) por materiais (oferta indireta), testes de produtos, diagnósticos ou pedidos de orçamento de um determinado produto (oferta direta).

É importante a sua aplicação para entender o comportamento que os clientes usualmente têm e ter sucesso na aplicação de suas estratégias de marketing.

Ao entrar em uma LP, o inconsciente do visitante faz uma análise geral da página em 0,5 segundos. Isso vai definir se esse conteúdo tem credibilidade ou não.

Portanto é de fundamental importância que a LP além de cumprir o objetivo funcional, cumpra também o visual e social.

A credibilidade pode ser dada de várias formas integradas:

  • Visual;
  • Depoimentos de clientes;
  • Logomarcas de clientes.

Por que criar uma landing page é importante?

Benefícios da landing page (LP)

Como viemos, a função de uma landing page é ser uma página para gerar a conversão da visita em lead.

Porém ela será construída conforme o objetivo da campanha, entre os quais podem ser:

  • Assinatura de uma newsletter;
  • Captar assinantes de conteúdo;
  • Vender um produto;
  • Gerar clientes potenciais;
  • Apresentar uma marca;
  • Disseminar um conteúdo viral;
  • Construir relacionamento;
  • Transação comercial;
  • Recolher dados através de formulários;
  • Apresentar um programa de parceiros;

Quando os visitantes leem o anúncio e clicam no link, eles esperam encontrar exatamente o conteúdo que foi oferecido no anúncio.

Logo, anúncios com temas diferentes, precisam estar linkados com LPs diferentes e com conteúdo coerente ao anunciado.

O resultado de uma LP é medido através da taxa de conversão (visitas x goals convertions)

Se a taxa de conversão está muito baixa significa que a combinação (arquitetura de informação, conteúdo, formulário, brinde, etc) não está adequada.

Como criar uma landing page eficiente? Veja 9 passos!

Como criar uma landing page (LP)

Separamos, abaixo, alguns itens que você precisa ter atenção na hora de criar uma landing page com algum material rico preparado.

O objetivo, aqui, é um só: aprimorar suas estratégias de geração de leads. O que, obviamente, é essencial para o sucesso em vendas de sua empresa.

Por isso o marketing de conteúdo é tão importante. Ele mostra que a marca é uma autoridade e dá uma confiança muito maior para aqueles que têm potencial em se tornar cliente.

9 são es etapas que separamos para você para criar uma landing page de impacto e que realmente exerça um poder de persuasão sobre a buyer persona de seus negócios.

Lembrando que, para tal, é preciso escolher boas ferramentas de automação de marketing que ofereçam esse recurso.

Confira o passo a passo:

1 – Cabeçalho

O cabeçalho de uma landing page objetiva explicar de forma clara e concisa a oferta, e para tanto deve ser composto pelo logo da empresa, um título e um subtítulo.

No título deve constar o nome do material, para mostrar para os visitantes que material eles estão recebendo.

No subtítulo você está comunicando para o visitante como a sua oferta vai ajudá-lo a resolver um problema ou aproveitar a oportunidade.

O cabeçalho é o primeiro elemento que um visitante verá ao acessar sua página, e portanto ele deve compreender a oferta e se sentir interessado.

A melhor maneira de resumir como construir um título e um subtítulo que o atraiam é: o título explica o que é a oferta e o subtítulo explica qual o benefício que ela trará para o lead.

2 – Texto

Um bom texto para sua oferta deve ser explicativo, claro e direto, que em 1-3 linhas explique o que é a sua oferta e como ela vai ajudar o negócio do visitante.

A seguir, utilize tópicos respondendo as principais dúvidas sobre o conteúdo e um resumo do material, deixando claro para o lead o que ele está adquirindo.

O ideal é deixar as informações mais importantes “acima da dobra da página”. Ou seja, que estas informações sejam visualizadas sem que o usuário precise rolar a página.

Importante: deixe para “vender” sua empresa em outros momentos, você terá oportunidade de demonstrar os diferenciais da empresa no fundo do funil de vendas.

Landing Page Otimizada

3 – Call-to-action (CTA)

Estimule os usuários a adquirir o seu produto com uma chamada. Essa é a importância das CTAS: uma chamada para ação.

Inclua o tipo de oferta que você está utilizando para que tanto o visitante quanto os buscadores entendam o que é, por exemplo, eBook, modelo, webinar, planilha ou outros materiais.

Use também um verbo de ação para direcionar o usuário, como “baixe”, “faça”, “assista”, “acesse”.

4 – Remova o menu de navegação

A intenção de remover o menu de navegação é não distrair o seu visitante do verdadeiro foco: preencher o formulário.

Lembre que o principal objetivo da sua landing page é captação de clientes, focando na ação de gerar bons leads.

Então não deixe que ele se distraia e perca o foco da oferta clicando em outros links.

5 – Formulário

Formulário da landing page (LP)

O formulário na página de conversão deve ser um espelho do valor da oferta, tanto na informação que você pedir nos campos do formulário quanto no comprimento do formulário.

Quantas informações meu visitante está disposto a preencher para obter este material?

A melhor resposta é: tudo depende do estágio que o seu material pertence (topo, meio ou fundo de funil) e também qual a sua complexidade.

Em outras palavras, quanto mais valiosa a oferta, mais informações você pode pedir.

Você não deve solicitar dados como nome da empresa, localização, site, número de funcionários, telefone e dados específicos.

Isso porque, você está criando um formulário de conversão de um eBook de topo de funil explicando o que é um determinado serviço, por exemplo.

A melhor maneira de compor este formulário seria por nome e e-mail, apenas. É bem menos invasivo.

Certifique-se também de que o botão de confirmação seja altamente visível, você pode trabalhar isso ajustando o tamanho e a cor do botão.

Botões grandes e com cores contrastantes chamam a atenção do visitante e o instigam a clicar.

Isso, aliás, é algo que a psicologia das cores, aplicado junto ao marketing das empresas, ensina.

6 – Imagens

Uma landing page perfeita não é feita somente de textos e formulário, é necessário que tenha também uma imagem ou um vídeo pequeno que mostre o seu produto.

Incluir uma imagem ou vídeo ajuda a comunicar visualmente o valor da oferta para os visitantes.

Uma representação visual pode comunicar a oferta muito mais rápido do que o texto explicativo. Para tanto, a imagem deve estar alinhada com o a proposta da oferta e deve ser relevante para o usuário.

Não utilize imagens aleatórias e de baixa qualidade, elas farão com o que valor da sua oferta diminua.

O ideal é que a imagem seja uma amostra do que o usuário irá receber ao preencher o formulário.

Se você estiver oferecendo um eBook, coloque a capa. Se você estiver oferecendo uma planilha, coloque a imagem da planilha.

7 – Ícones de mídia social

Adicione botões de compartilhamento das mídias sociais: Instagram, Twitter, LinkedIn, Facebook e Pinterest.

Essa é uma boa prática para permitir que o seu visitante compartilhe com seus amigos nas redes sociais a landing page da oferta.

Se ele considera o conteúdo relevante e útil, as chances são de que seus amigos nas redes sociais também o considerem e se interessem pela oferta.

As recomendações na página também aumentam a credibilidade da oferta e deixam o visitante mais confortável para deixar seus dados no formulário.

8 – Thank you page

landing page (LP), thank you page

A thank you page (página de agradecimento) permite que a empresa agradeça ao lead por se inscrever para obter a oferta.

Mas, é mais do que isso. Ela também fornece alguma orientação adicional sobre os próximos passos que o lead pode seguir.

Apesar do pop-up com uma mensagem de agradecimento ser um bom início, o ideal é que você direcione o seu visitante para uma página agradecendo o download e oferecendo um conteúdo complementar.

O intuito é que usuário continue no seu site e baixando materiais, coloque outras ofertas na mesma página.

Selecione postagens do seu blog sobre o mesmo assunto para incrementar o conhecimento. Vídeos são funcionam muito bem.

Siga despertando a curiosidade do usuário.

Desta forma ele vai querer permanecer no seu site e, melhor ainda: reforçará a ideia que ele já tinha de que a sua marca é uma referência naquilo que faz.

9 – Teste o que você criou

Não basta apenas o esforço para aprimorar o design e a estrutura da landing page se você não sabe como os seus clientes vão se comportar ao vê-la.

Assim como sua empresa possui diferentes públicos, é importante criar landing page diferentes para cada produto.

Você precisa que abranger todos esses públicos e também todas as fontes de tráfego.

Utilizar o Teste A/B, no qual você cria duas páginas diferentes e as testa para ver qual delas performa melhor pode ser uma boa estratégia.

Uma landing page que contenha todos os elementos necessários para melhor compreensão do usuário pode sim aumentar a conversão dos visitantes em leads.

Assim, mantenha elas sempre em teste, atualizadas e e alinhadas com seu público, para alcançar o melhor resultado.

Importante! Não, esqueça, claro, de criar uma sequência de email marketing. Um fluxo que vá nutrindo esse lead e deixando-o pronto para o SDR qualificá-lo para vendas.

Checklist para criar uma landing page

Checklist para criar uma landing page (LP)

Talvez você já tenha entendido, mas um pouco mais de conteúdo sempre faz bem, certo?

Aqui, separamos checklist para você criar sua landing page e trazer ainda mais clientes para seus negócios.

Veja:

Design

Design da landing page (LP)

  • A URL único para a LP?
  • URL’s múltiplos?
  • É fácil de lembrar?
  • É fácil de escrever?

Definir o objetivo da campanha

Objetivo da landing page (LP)

  • Gerar leads para venda?
  • Gerar leads para promoção?
  • Apenas divulgar uma novidade?
  • Prospectar parceiros?

Definir o público-alvo

Publico-alvo landing page (LP)

  • O público não é você! defina-o!
  • Crie um perfil de cliente ideal (ICP);
  • Pode haver vários perfis;
  • Ordene os perfis por prioridade;
  • Evite uma abrangência muito grande (acaba-se não atingindo ninguém).
  • Listar todos os elementos da página;
  • Criar um esboço do layout;
  • Estruturar base antes dos textos da página;
  • Considerar o tamanho geral e posicionamento na página;
  • Ter atenção ao local onde a página faz scroll;
  • Reduza distrações. Foco nos objetivos. Direcione o visitante.

Conteúdo

Conteúdo da landing page (LP)

  • Títulos: devem ter relação com o local de onde veio o visitante.
  • Definir o CTA (Call-to-action) ou chamada para ação.

Este texto deve ter ligação aos títulos. A chamada para ação é sempre no agora. Crie urgência! Use gatilhos mentais. Faça Já!

Exemplos: Clique agora! Começe hoje mesmo! Últimas unidades! Não deixe para depois! Oferta por tempo limitado! Enquanto durarem os estoques! Etc..

  • As pessoas precisam ser orientadas no que deve ser feito. Mostre o que fazer.

Exemplos: Clique aqui. Inscreva-se. Contate-nos. Tweet isto.

  • Certifique-se que os visitantes saibam aonde clicar.

Texto da página: só 20% dos visitantes vão efetivamente ler este texto, mesmo assim deve ser bem escrito.

Mostre imagens e traduza o que elas querem dizer.

Use cores: contrastes desenham a atenção. Use cores mais fortes onde a ação deve ser realizada.

Lembre-se de posicionar. Onde é tão importante quando o quê. (Eye-tracking)

Mantenha simples. Sério mesmo! Menos é mais e simplifica o gerar melhor resultado.

Não leve para o lado pessoal. Não espere muito da primeira visita. Por isso, peça menos dados no primeiro encontro.

Vocês estão apenas começando a se conhecer. O que realmente é importante para o seu negócio no primeiro contato? Pense nisso na hora de montar os campos do formulário

Testes

Testes na landing page (LP)

  • Publique, promova, otimize e converta!
  • Defina um calendário para examinar e ajustar conforme as estatísticas;
  • Mantenha sempre em conformidade com as metas e objetivos principais definidos no primeiro passo;
  • Pense suas métricas! Taxa de conversão é 90% da batalha. Meça a performance. (Page views x Goals x Conversion Rate);
  • Crie mais de uma página para testar quais as versões mais aceitas e que geram mais resultado;
  • Observe os padrões, aprenda com os resultados e mude o que está obsoleto.

Integrações

Integração com landing page (LP)

  • Está integrado ao seus sistema de automação de marketing?
  • Está integrado ao seu sistema de vendas para o time comercial trabalhar os leads?

E aí, como podemos te ajudar?

Se você ficou com dúvida sobre o conteúdo ou quer saber mais sobre integração entre marketing e vendas, fale quando desejar com um consultor.

Aproveite e leia dois artigos que ajudarão você a trazer mais clientes para seus negócios.

O primeiro fala sobre como abordar um cliente pela primeira vez e de que forma você pode encanta-lo neste momento.

Já o segundo traz dicas de marketing valiosas para aplicar em empresas de todos os tamanhos.

Boas vendas!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM. #RunPipeRun

Equipe de Redação
conteudo@odig.net