Inadimplência: o que é, causas e como lidar em seu negócio

inadimplência
Augusto Turcato
Augusto Turcato, especialista há 10 anos em marketing de conteúdo, faz parte do time de marketing que ajuda milhares de vendedores, gestores e empreendedores brasileiros a aumentar suas vendas com metodologias e tecnologias aqui no CRM PipeRun.

Resumo do artigo:

Inadimplência é a situação em que uma pessoa ou empresa não cumpre suas obrigações financeiras dentro do prazo acordado;

Esse problema pode afetar a saúde financeira da empresa, levando a problemas de fluxo de caixa, aumento de custos com cobranças e possíveis danos ao relacionamento com clientes;

O CRM PipeRun é uma ferramenta útil para lidar com a inadimplência de clientes, pois permite verificar a situação financeira dos clientes com dados da Receita Federal, monitorar o histórico de pagamentos, automatizar lembretes e personalizar a comunicação — tudo isso para facilitar a gestão e a redução da inadimplência.

Inadimplência é um problema comum em muitas empresas e pode causar sérios impactos financeiros se não for bem gerida. 

Por isso, se você está em busca de desenvolver estratégias eficazes para reduzir esse problema no seu negócio, precisa começar entendendo o que é a inadimplência e suas principais causas.

Em termos gerais, a inadimplência ocorre quando clientes ou parceiros de negócios não cumprem suas obrigações de pagamento nos prazos estabelecidos.

Esse comportamento leva a uma série de consequências negativas para a organização, como a redução do fluxo de caixa, dificuldades em honrar compromissos financeiros e até mesmo a necessidade de recorrer a empréstimos para manter a operação.

Dentre as causas mais comuns estão a falta de um processo eficaz de análise de crédito, políticas de cobrança ineficientes e, principalmente, a ausência de um relacionamento próximo com os clientes.

Ao longo desse artigo, vamos te explicar o conceito de inadimplência, analisar as suas causas e discutir estratégias práticas que os gestores podem adotar para minimizar os riscos e lidar de forma eficiente com a inadimplência em seus negócios.

Preparado(a) para entender como enfrentar esse desafio?

Vamos em frente!

EBOOK GRÁTIS

Guia para estruturar área de Customer Success Data Driven e de Alta Performance

O material irá para o seu e-mail. Veja a caixa de entrada e também a de spam.

O que é inadimplência?

Como comentamos acima, a inadimplência é a situação em que um cliente ou parceiro comercial não cumpre as obrigações financeiras dentro do prazo estabelecido. 

Em outras palavras, esse tipo de situação ocorre quando há atraso ou falha no pagamento de uma dívida, seja ela uma fatura, parcela de financiamento ou qualquer outro compromisso financeiro.

Para as empresas, isso significa enfrentar dificuldades em manter o fluxo de caixa necessário para suas operações diárias. 

Sendo assim, o gestor precisa estar ciente de que a inadimplência pode gerar instabilidade financeira e comprometer a saúde econômica da companhia.

Também é importante destacar que a inadimplência pode ocorrer por diversos motivos, desde problemas financeiros dos clientes até questões administrativas da empresa. 

No entanto, o conceito básico permanece o mesmo: a falta de pagamento no prazo acordado. 

Nesse caso, é de suma importância que sua empresa esteja preparada para enfrentar os desafios associados a esse problema e, assim, manter a sustentabilidade do negócio.

Lembrando que a gestão eficiente da inadimplência exige atenção constante aos prazos de pagamento e à capacidade dos clientes de honrarem seus compromissos financeiros. 

Quais são os fatores que contribuem para a inadimplência dos clientes?

A inadimplência dos clientes pode ser um grande desafio para muitas empresas. 

Diversos fatores contribuem para esse problema, e compreender esses aspectos é o primeiro passo para desenvolver estratégias de mitigação realmente eficazes. 

A seguir, listamos  alguns dos principais fatores que levam à inadimplência. Descubra!

Falta de análise de crédito

A ausência de uma análise de crédito rigorosa é um dos principais fatores que levam à inadimplência. 

Afinal, ao conceder um crédito sem antes verificar adequadamente a capacidade financeira do cliente, o risco de inadimplência aumenta consideravelmente.

Para identificar clientes que poderão se tornar possíveis inadimplentes, é necessário implementar procedimentos robustos de análise de crédito, como a avaliação do histórico financeiro do cliente, seu score de crédito e sua capacidade de pagamento. 

Assim, é possível tomar decisões mais informadas e seguras na hora de conceder qualquer tipo de crédito, protegendo assim a saúde financeira da sua organização.

Políticas de cobrança ineficientes

Políticas de cobrança mal definidas ou executadas de maneira ineficiente também contribuem para a inadimplência. 

Empresas que não possuem um processo estruturado de cobrança de dívidas, por exemplo, costumam enfrentar maiores dificuldades em receber pagamentos atrasados. 

Esses processos podem ser desde estabelecer um cronograma claro de cobranças, realizar um acompanhamento contínuo até enviar lembretes de pagamento antes da data de vencimento.

Quando você adota uma postura proativa na cobrança, consegue reduzir o índice de inadimplência e manter a boa saúde financeira do seu negócio a longo prazo.

Relacionamento frágil com clientes

Uma outra dica para reduzir a inadimplência é manter um relacionamento próximo e transparente com os clientes. 

Uma comunicação eficaz entre a empresa e o cliente aumentam as chances de mal-entendidos que podem levar à insatisfação, erros e, por consequência, atrasos nos pagamentos. 

Quer evitar esse tipo de problema? Saiba que investir em um atendimento de qualidade e em diferentes canais de comunicação pode fortalecer a confiança e facilitar a resolução de qualquer atraso financeiro.

Além disso, clientes que se sentem mais valorizados e bem atendidos tendem a ser mais comprometidos com suas obrigações financeiras. 

Situação econômica adversa

A crise econômica ou a instabilidade são fatores significativos e que, sem sombra de dúvidas, contribuem para a inadimplência. 

Em períodos de recessão, por exemplo, muitos clientes enfrentam dificuldades para manter suas operações no azul, situação essa que acaba impactando diretamente sua capacidade de honrar compromissos. 

Como fornecedor/prestador de serviço, é essencial que você esteja preparado para esses cenários, ajustando suas políticas de crédito e buscando soluções alternativas, como renegociações de dívidas. 

Outra dica é monitorar constantemente as condições econômicas e fazer planos para se adaptar rapidamente às mudanças.

Essa é uma das melhores estratégias para minimizar os efeitos da inadimplência e garantir o crescimento sustentável do seu negócio.

Esquecimento

O esquecimento é um fator mais comum do que se imagina quando se trata de inadimplência. 

Muitas vezes, clientes simplesmente esquecem a data de vencimento de suas contas, ainda mais quando possuem diversos compromissos financeiros ou não possuem um time interno organizado para lidar com esse tipo de demanda. 

Para mitigar esse problema, uma ideia é enviar lembretes de pagamento alguns dias antes do vencimento e oferecer diferentes opções de alerta, como mensagens de texto, e-mails e notificações por aplicativos.

Com essas estratégias, você estabelece um sistema eficiente de comunicação com os clientes e ainda reduz a inadimplência causada por esquecimento.

10 estratégias para a prevenção de inadimplência de clientes

10 estratégias para a prevenção de inadimplência

Você sabia que determinadas estratégias preventivas podem reduzir consideralvemente os riscos de inadimplência? Ainda não?

Pensando em te trazer mais clareza sobre esse tema, apresentamos abaixo 10 estratégias para ajudar sua empresa a manter um fluxo de caixa saudável. 

Mostre que sua solução é importante

Quando o cliente entende que seu produto ou serviço são essenciais para o negócio dele, ele tende a dar prioridade aos pagamentos. 

Por esse motivo, explicar de maneira clara como sua solução pode ajudar o cliente a atingir suas metas e melhorar seus resultados. 

Nesse sentido, procure sempre demonstrar os benefícios diretos e indiretos daquilo que você oferece, destacando casos de sucesso e depoimentos de outros clientes satisfeitos. 

Dessa forma, o cliente verá mais valor em manter os pagamentos em dia, já que entenderá a importância de seu produto ou serviço para o sucesso do negócio dele, especialmente em momentos de crise ou dificuldades financeiras.

Lembre o cliente do vencimento

Enviar lembretes de pagamento é uma prática simples, mas muito eficaz para evitar a inadimplência. 

Como comentamos acima, clientes de todos os tamanhos podem esquecer das datas de vencimento, especialmente aqueles que não possuem um departamento financeiro estruturado. 

Sendo assim, envie lembretes alguns dias antes do vencimento por e-mail, WhatsApp, SMS ou outros canais de comunicação

Ah, e lembre-se: facilitar o acesso à informação de pagamento ajuda a manter a organização do próprio cliente e a evitar atrasos. 

Gerencie seus dados

Manter uma base de dados de clientes atualizada é outra estratégia importante, pois permite analisar a situação financeira de cada um e identificar tendências de inadimplência antes que ocorram. 

Para esse fim, utilize um CRM inteligente, como o PipeRun, para registrar informações detalhadas sobre o histórico de pagamentos e a saúde financeira dos seus clientes.

Com esses dados em mãos, será muito mais fácil prever problemas e agir preventivamente. 

E como você já deve saber, realizar análises periódicas dos dados também ajuda a entender o comportamento dos clientes e a ajustar as estratégias conforme necessário.

Adote políticas de análise de crédito

Estabelecer políticas claras de análise de crédito é muito importante para minimizar riscos da inadimplência.

Portanto, antes de conceder crédito, avalie criteriosamente o histórico financeiro do cliente, seu score de crédito e sua capacidade de pagamento. 

Conforme comentamos, implementar um sistema de análise de crédito robusto ajuda a identificar clientes que podem representar um risco maior de inadimplência.

Tomando decisões bem informadas, você consegue se proteger melhor contra possíveis prejuízos financeiros.

Tenha mais de uma forma de pagamento

Disponibilizar diversas opções de pagamento facilita a quitação de dívidas e ajuda a controlar o fluxo de caixa. 

Inclusive, dependendo do tipo de negócio, é altamente recomendado oferecer opções como Pix, depósitos, boletos e cartões de crédito. 

Ou seja, quanto mais alternativas estiverem disponíveis, maior será a flexibilidade para o cliente efetuar o pagamento. 

Em resumo, estamos falando de uma maneira eficaz de melhorar a experiência do cliente e, ao mesmo tempo, aumentar as chances de receber os pagamentos em dia.

Ajude o cliente antes que ele se torne inadimplente

Não é novidade para ninguém que manter um bom relacionamento com seus clientes é a base de uma parceria duradoura. 

Levando isso em consideração, ao observar sinais de que um cliente pode se tornar inadimplente, ofereça apoio antes que o problema se agrave. 

Por exemplo, se o cliente começar a atrasar pagamentos ou solicitar parcelamentos, entre em contato para entender a situação. 

Se for um cliente valioso e confiável, considere oferecer condições especiais temporárias, pois ao demonstrar compreensão e apoio, você fortalece a relação e garante a continuidade dos pagamentos.

FUNIL PRONTO COM ETAPAS, AÇÕES, ESTRATÉGIAS, INTEGRAÇÕES E MUITO MAIS

Funil de pós-venda pronto e editável 

para reter, fidelizar e encantar clientes

Preencha para receber o material no seu email (confira a caixa de spam também)

Tenha uma régua de cobrança

Implementar uma régua de cobrança com etapas bem definidas é uma excelente estratégia para melhorar a gestão das cobranças. 

Isso porque, ao estabelecer um processo claro de como e quando contatar os clientes sobre pendências, você ajuda a manter uma comunicação organizada e eficaz. 

Essa régua pode incluir lembretes amigáveis, notificações formais e contatos mais assertivos, conforme necessário. 

Outra vantagem de usar uma régua de cobrança é documentar cada interação e assim acompanhar o progresso e ajustar a abordagem conforme necessário. 

Leia também: Mensagem de cobrança para clientes em atraso: 15 modelos

Formalize suas transações

A formalização de suas transações, além de obrigatório por lei, sua empresa também estabelece uma base jurídica sólida para eventuais ações de cobrança. 

Nesse sentido, é crucial manter toda a documentação organizada e acessível, garantindo a segurança jurídica e a proteção dos interesses da empresa em qualquer circunstância.

Incentive o bom pagador

Reconhecer e valorizar os clientes que pagam em dia é uma estratégia inteligente, pois um cliente que se sente valorizado pela empresa tende a manter suas obrigações financeiras em dia, beneficiando a organização como um todo.

Para incentivar essa percepção, ofereça incentivos como descontos para pagamentos antecipados ou tratamento diferenciado. 

Por mais simples que possam parecer, essas práticas ajudam a recompensar a pontualidade e ainda encorajam outros clientes a seguirem o mesmo comportamento. 

Não esqueça da documentação

Propostas comerciais e contratos bem elaborados são grandes aliados contra a inadimplência. 

Porém, para colher seus benefícios, é preciso estabelecer claramente as condições de pagamento, prazos e penalidades em caso de atraso. 

Nossa dica é incluir cláusulas que prevejam encargos e multas, deixando claro para o cliente as consequências do não cumprimento das obrigações.

Com uma documentação detalhada e transparente, você com certeza evitará muitos mal-entendidos.

Como cobrar de clientes inadimplentes?

Como cobrar de clientes inadimplentes?

Cobrar clientes em inadimplência é uma tarefa desafiadora, mas necessária para manter a saúde financeira de qualquer tipo de empresa. 

A boa notícia é que existem algumas estratégias que podem facilitar o processo de cobrança e aumentar as chances de recuperação do crédito. 

A seguir, apresentamos algumas dessas iniciativas para te ajudar na cobrança de clientes inadimplentes. Vamos conferir?

Mantenha a comunicação aberta

Manter um diálogo constante ajuda a criar um ambiente de colaboração e facilita a negociação.

Por isso, nossa primeira dica é entrar em contato de forma educada e profissional, reforçando a existência da dívida e oferecendo opções para regularizar a situação. 

Procure utilizar e-mails, telefonemas e mensagens de texto para reforçar o compromisso financeiro do cliente. 

Ah, e lembre-se de ser claro e direto, explicando os detalhes da dívida, os prazos e as consequências do não pagamento.

Leia também: 7 tipos de comunicação, benefícios e como usar com clientes

Ofereça opções de pagamento

Você sabia que oferecer opções de pagamento flexíveis pode aumentar as chances de recuperação da dívida?

Nessa situação, o mais recomendado é propor parcelamentos, descontos para quitação antecipada ou extensão dos prazos de pagamento. 

Porém, antes de fazer isso, avalie a situação financeira do cliente e tente adaptar as condições de pagamento de acordo com sua capacidade de pagar — isso ajudará a resolver o problema de forma mais eficaz. 

Além disso, mostrar flexibilidade demonstra que a empresa está disposta a encontrar uma solução amigável, o que pode incentivar o cliente a quitar a dívida.

Documente todas as interações

Documentar todas as interações com clientes inadimplentes é fundamental para uma cobrança eficaz. 

Por esse motivo, você deve sempre manter registros detalhados de cada contato realizado, incluindo datas, horários, o conteúdo da conversa e os acordos estabelecidos. 

Para facilitar a organização, use um sistema de CRM, como o PipeRun, ou até mesmo uma planilha organizada. 

A documentação cuidadosa permite que você e sua equipe acompanhem o progresso da cobrança, mantenha um histórico claro das tentativas de contato e, principalmente, esteja preparada para possíveis disputas futuras. 

E não é só isso! Essa prática profissionaliza o processo de cobrança e mostra ao cliente que a organização leva a sério a recuperação de seus créditos.

Envolva um serviço de cobrança

Em situações em que a inadimplência persiste, é uma boa opção considerar o envolvimento de um serviço de cobrança. 

Basicamente, ao contratar uma empresa especializada em cobranças, profissionais experientes passarão a gerenciar o processo de recuperação da dívida. 

A vantagem é que essas empresas possuem técnicas e ferramentas específicas para lidar com inadimplentes e, com isso, aumentar as chances de sucesso na cobrança. 

Além disso, o uso desses serviços pode te ajudar a manter o foco em suas operações principais, enquanto especialistas cuidam da recuperação de créditos em atraso. 

Essa abordagem pode ser bastante útil quando os esforços internos de cobrança não estão gerando os resultados desejados.

Como a relação “cliente-empresa” pode reduzir a inadimplência?

Um bom relacionamento entre “cliente-empresa” é, sem dúvidas, um fator determinante quando o assunto é controlar e reduzir casos de inadimplência.

Afinal, quando uma organização se esforça para entender melhor seus clientes, ela automaticamente se coloca em uma posição mais forte para prever possíveis problemas financeiros e oferecer soluções personalizadas antes que a inadimplência ocorra. 

Por exemplo, se um cliente começasse a atrasar pagamentos, sua equipe responsável poderia oferecer planos de pagamento flexíveis ou discutir outras opções de financiamento.

Fora isso, a educação financeira é um outro aspecto que não podemos esquecer de mencionar.

Hoje, empresas que investem no compartilhamento de informações e recursos para ajudar os clientes na gestão de suas finanças conseguem criar uma base melhor informada e, como consequência, reduzir o risco de inadimplência. 

Portanto, nossa dica é cultivar um relacionamento forte e baseado na confiança mútua, onde a comunicação é clara e as soluções são adaptadas às necessidades individuais de cada cliente.

clientes inadimplentes

Como usar o CRM para lidar com a inadimplência?

Utilizar um sistema de CRM pode ser a melhor opção para gerenciar e reduzir a inadimplência na empresa. 

Isso porque, com o apoio dessa ferramenta, você pode organizar informações detalhadas sobre clientes, acompanhar suas interações e prever comportamentos que levam à inadimplência. 

Confira mais alguns benefícios a seguir!

Monitorar o histórico de pagamentos

Um dos maiores benefícios de um CRM é a capacidade de monitorar o histórico de pagamentos dos clientes. 

Com esse sistema, sua empresa pode registrar todas as transações, acompanhar os pagamentos realizados, identificar padrões de atraso e, assim, prever quais têm maior risco de inadimplência e agir preventivamente. 

Além disso, o histórico de pagamentos detalhado pode facilitar a comunicação sobre as obrigações financeiras, ajudando a evitar mal-entendidos.

Automatizar lembretes de pagamento

Automatizar lembretes de pagamento é outra funcionalidade muito útil de um sistema CRM. 

Em termos gerais, significa que sua equipe pode configurar o envio de notificações automáticas aos clientes antes das datas de vencimento das faturas. 

Inclusive, um bom CRM costuma ter integração com diversas plataformas de comunicação, que possibilita enviar os lembretes por e-mail, SMS ou outros canais preferidos pelo cliente. 

Ou seja, a automação desses lembretes reduz o risco de esquecimento e incentiva os clientes a pagarem suas dívidas em dia.

Personalizar a comunicação com clientes

Com o CRM, também é possível personalizar a comunicação com cada cliente, levando em conta suas necessidades e comportamentos específicos. 

Em resumo, a personalização inclui o envio de mensagens direcionadas, que abordam diretamente a situação financeira do cliente e oferecem soluções adequadas. 

Quando personalizamos a comunicação fortalecemos o relacionamento empresa x cliente, aumentando assim a confiança e a probabilidade de cumprimento das obrigações financeiras.

Analisar dados para previsão de riscos

Analisar os dados coletados pelo CRM permite à sua empresa prever riscos de inadimplência com maior precisão. 

Por meio da análise de métricas como histórico de pagamentos, frequência de atrasos e interações com o atendimento ao cliente, fica muito mais fácil identificar clientes que apresentam sinais de risco. 

Com essas informações, você pode tomar medidas preventivas, como revisar as condições de crédito ou oferecer alternativas de pagamento personalizadas.

Gerar relatórios detalhados

Por fim, o CRM ainda facilita a geração de relatórios detalhados sobre a saúde financeira da carteira de clientes, como dados sobre inadimplência, taxas de atraso e comportamento de pagamento dos clientes. 

Essas informações são úteis para tomar decisões informadas, ajustar suas estratégias de cobrança e crédito e monitorar o progresso na redução da inadimplência.

Lide com a inadimplência de clientes com o CRM PipeRun

Está procurando uma nova maneira de lidar com a inadimplência? Saiba que o CRM PipeRun oferece recursos poderosos para qualquer empresa que queira reduzir a ocorrência desse problema.

Um dos seus principais benefícios é a integração com dados da Receita Federal, que permite verificar a situação financeira dos clientes antes de conceder crédito. 

Dessa maneira, você evita vender para possíveis inadimplentes, protegendo seu fluxo de caixa e garantindo uma gestão financeira mais segura.

Adicionalmente, o PipeRun facilita o monitoramento do histórico de pagamentos dos clientes, já que registra todas as transações e identifica padrões de atraso. 

Com essa funcionalidade, é possível configurar lembretes automáticos de pagamento por e-mail ou SMS, que lembram os clientes de suas obrigações financeiras antes das datas de vencimento.  

Essa automação reduz o risco de esquecimentos e incentiva os pagamentos em dia, contribuindo para diminuir significativamente a inadimplência.

Além disso, o CRM PipeRun permite personalizar a comunicação com os clientes, enviando mensagens direcionadas que abordam diretamente a situação financeira e oferecem soluções específicas para resolver problemas de pagamento. 

Gostou e quer experimentar todos esses benefícios na prática?

Conclusão

Ao longo desse artigo, te apresentando diversas estratégias para lidar com a inadimplência de clientes. 

Discutimos a importância de monitorar o histórico de pagamentos, automatizar lembretes, personalizar a comunicação e manter um relacionamento próximo e transparente com os clientes. 

Ainda destacamos como determinadas ferramentas podem facilitar o gerenciamento da inadimplência, oferecendo integrações com dados da Receita Federal e automatizações que ajudam a manter os clientes informados sobre suas obrigações financeiras.

A principal lição aqui é que a gestão proativa e estratégica da inadimplência faz toda a diferença para a saúde financeira do seu negócio. 

Lembrando que utilizar ferramentas como o CRM PipeRun pode tornar esse processo mais eficiente e seguro, pois permitem uma abordagem mais organizada e personalizada.

Esse artigo foi útil para você? Então, continue acompanhando nosso blog para aprender mais sobre estratégias de gestão financeira, relacionamento com clientes e como utilizar ferramentas tecnológicas para aprimorar seus processos. 

Até o próximo conteúdo e muito sucesso!

FAQ – Perguntas Frequentes

O que é uma inadimplência?

Inadimplência é a situação em que uma pessoa ou empresa não cumpre suas obrigações financeiras dentro do prazo estabelecido. Isso significa que não houve pagamento de uma dívida, como faturas, empréstimos ou qualquer outro compromisso financeiro acordado. Inclusive, a inadimplência pode levar a diversas consequências, como cobrança de juros, penalidades e impacto negativo no crédito do inadimplente. 

O que é ser uma pessoa inadimplente?

Uma pessoa inadimplente é aquela que não cumpriu suas obrigações financeiras dentro do prazo estabelecido. Em outras palavras, ela deixou de pagar uma dívida na data acordada. 

Vale lembrar que ser inadimplente pode resultar em cobranças adicionais de juros e multas, além de prejudicar a reputação financeira do indivíduo ou da empresa, afetando sua capacidade de obter crédito no futuro.

Qual é a diferença entre dívida e inadimplência?

Em resumo, a dívida é qualquer obrigação financeira que uma pessoa ou empresa assume e que deve ser paga em determinado prazo. Já a inadimplência ocorre quando essa dívida não é paga no prazo acordado. Ou seja, todas as inadimplências são dívidas, mas nem todas as dívidas são inadimplências. Nesse sentido, uma dívida se torna inadimplente apenas quando o devedor não cumpre o pagamento na data estipulada, resultando em possíveis penalidades e danos ao crédito. 

Mais automação. Mais economia. Mais resultado.

Contar com uma plataforma nacional de aceleração de vendas é muito mais negócio.

Acompanhe todas as novidades sobre Marketing e Vendas

Se inscreva em nossa newsletter e fique por dentro!