Mudança de atitude no trabalho

7 min de leituraHora da mudança de atitude no trabalho! 6 passos para começar hoje mesmo

Ter uma mudança de atitude no trabalho é algo que por vezes se faz bastante necessário.

O mercado de trabalho está em constante movimento. Ora ele retrai, ora ele cresce. Mas, uma coisa é certa: não podemos ficar parados.

Não só em relação ao comportamento que podemos falar sobre uma mudança de atitude no trabalho.

A cada dia somos impactos de diversas maneiras por tecnologias e, consequentemente, novas práticas.

Você já deve ter ouvido aquela frase: “quem fica parado está retrocedendo”?

Então é basicamente por aí. Mudar a atitude no trabalho é buscar ir além. Ser melhor no dia a dia.

Não trata-se de trabalhar mais, mas de trabalhar melhor.

Porém, como fazer isso? Como iniciar uma mudança de atitude no trabalho que seja verdadeira e que faça bem para todos os envolvidos?

Listamos neste artigo alguns passos para você começar a alterar esse panorama na sua rotina.

São algumas ações que podem ser posta em prática já de imediato.

Vamos conferir?

Boa leitura!

A mudança de atitude no trabalho precisa ser algo natural

Mudança de atitude no trabalho

Antes de entrarmos em alguns passos necessários para mudar sua atitude, precisamos abordar esse tópico.

Não é porque você precisa encarar o trabalho de maneira mais positiva que tenha e precise mudar quem você é.

Essa “transformação” precisa ser natural. Dentro daquilo que você é e acredita.

Somente assim ela será natural e poderá ser, consequentemente, duradoura.

Até porque, muitas são as razões pelas quais nos fazem refletir e projetar uma mudança de atitude no trabalho.

As origens estão, muitas vezes, dentro da cultura organizacional das empresas. Mas nem sempre são fáceis de identificarmos.

Há algumas práticas – mas podemos chamar de armadilhas – que podem deixar você desestimulado em sua rotina corporativa.

Algumas coisas como:

  • excesso de competitividade;
  • falta de comunicação interna;
  • reclamações em excesso;
  • dificuldade em lidar com preço de prazos e metas;
  • comportamentos indevidos;
  • remuneração baixa, entre outros

Tudo isso, aliado a alguns pontos que estão em você, podem fazer com que se perca o foco no trabalho.

A partir daí, se for seu entendimento de que faz sentido continuar onde você está, é preciso partir para uma mudança de atitude no trabalho.

Algumas ações podem ajudar você a entender melhor os porquês das coisas.

E, a partir daí, encarar com mais tranquilidade a rotina. Afinal, é no ambiente de trabalho onde passamos a maior parte do nosso dia, certo?

A mudança de atitude no trabalho começa agora com esses 6 passos!

Mudança de atitude no trabalho

É hora de sair da teoria e ir para a prática. Você precisa alterar a sua forma de lidar com o dia a dia.

Você deseja ter mais produtividade. Sente que pode entregar mais de si dentro de suas funções, certo?

Então, por isso, separamos 6 passos para você ter uma mudança de atitude no trabalho.

Confira:

1 – Faça uma autoavaliação sincera

Para começar uma mudança que seja verdadeira, o primeiro estágio é realizar uma autoavaliação que seja sincera.

Identifique e aceite o comportamento a ser alterado. Isso está prejudicando você de certa forma.

Para colocar isso em prática, uma metodologia que pode ajudar bastante é aplicação da análise SWOT.

Através dela você identifica forças e fraquezas e estruturar uma forma de agir.

Mapeando-as fica mais fácil de concentrar esforços para começar a combatê-las.

Mais do que isso: faça uma análise criteriosa de verdade.

Lembre de outras experiências profissionais. Seja sincero: isso se repetiu em outros momentos?

Se você realmente tem a intenção de levar adiante essa mudança de postura dentro do seu trabalho, então é hora de dizer a verdade a si mesmo.

Isso tornará o processo mais leve – embora possa não ser necessariamente simples de ser feito.

Esse é o primeiro passo para mudar o cenário atual que certamente não é aquele que você idealizou, correto?

2 – Elimine as distrações

Para ir da teoria à prática, é fundamental que você elimine as distrações que você tem no âmbito corporativo.

Você quer uma mudança de atitude no trabalho. Então, como chegar à resultados diferentes fazendo as mesmas coisas?

A metodologia 5S ensina você a trabalhar de maneira mais eficiente. Analisando o que impede você de conseguir entregar-se melhor às suas atividades.

Faça uma reflexão dos seus hábitos – desde a hora que você chega até ir embora.

Que sites você abre, que conversas você tem? Isso está contribuindo ou prejudicando seu dia a dia?

Se elas não agregam, por que não substituir essas ações por outras?

As distrações existem e precisam acontecer. Não estamos aqui para falar sobre trabalhar o tempo inteiro focado.

É preciso espairecer a cabeça. Caminhar por alguns minutos – especialmente quem fica muito tempo sentado à frente do computador.

A questão é que muitas vezes você pode se envolver com algo que tire seu foco. Isso pode gerar uma procrastinação automaticamente de suas obrigações.

E aí, você já viu. É uma bola de neve.

As coisas vão acumulando, o prazo aperta e, por consequência, a entrega que você poderia fazer com uma qualidade maior fica comprometida.

Então, responda: há distrações deste nível na sua rotina? Vale a pena mantê-las se elas vão de encontra àquilo que você precisa fazer no trabalho?

3 – Entenda o contexto e mentalize positivamente

Mudança de atitude no trabalho

Outro fator preponderante para que você tenha uma atitude melhor no trabalho: o contexto precisa ajudar você.

Veja bem.

Reconhecer que você não está motivado não significa necessariamente que você não entrega suas obrigações com qualidade e no prazo.

Podem – e muitas vezes há – fatores dentro do ambiente corporativo que colocam você para baixo.

Você consegue identificar isso?

Pode ser pressão, colegas, ambiente ruim, falta de recursos para trabalhar, baixo salário…

Há cenários que não podemos alterar como, por exemplo, as características de um chefe ou colega de trabalham que são ruins para você.

Mas, dentro daquilo que está ao seu alcance, comece a mentalizar positivamente.

Pense.

O que eu posso fazer para tornar isso melhor para mim e para todos?

Há processos, por exemplo, que se você mexer, eles tornaram-se melhor e irão gerar maior satisfação? Por que não tomar a frente, então?

Uma mudança de atitude no trabalho está diretamente ligada à proatividade.

Àquilo que você entende que pode fazer e faz!

4 – Defina objetivos e metas realísticos para si mesmo

Uma das formas de encontrar a motivação necessária diariamente é definir metas e objetivos realísticos para você cumprir.

Não precisa necessariamente que eles passem pelo gestor ou pelo CEO da empresa.

DYI, Do It Yourself. Faça você mesmo. Aplique a metodologia 5W2H para ajudar você se for necessário.

Estipule um destino para você chegar. Vamos pensar em vendas, por exemplo.

Talvez haja uma meta mensal definida de quanto você precisa vender – certamente o gerente de vendas determinou.

Mas, para chegar lá da maneira mais eficaz possível, estipule você mesmo um caminho.

Determine quantas ligações você quer fazer por dia ou por semana. Quantos fechamentos você deseja buscar – ou então marcação de agendas para quem é SDR.

Coloque um número baixo e persiga-o. Você eliminou as distrações, certo?

Agora está focado em uma postura mais positiva. Leve em conta seus pontos fortes e fracos nesse momento e concentre-se em chegar na sexta-feira com a meta batida.

Trabalhar visando algum objetivo à frente ajuda a ser mais produtivo.

Imaginar-se satisfeito após o trabalho duro da semana é um passo positivo para uma atitude ainda mais positivo.

5 – Busque, escute e aplique os feedbacks recebidos

Mudança de atitude no trabalho

Ninguém é uma ilha. A opinião dos outros, por mais que possa não ser definitiva, é importante.

Escute ativamente aquilo que os demais falam sobre seu trabalho. Tenha empatia àqueles que falam com você.

Quando se trata de gestores, ouvir o feedback é ainda mais positivo.

Eles têm a visão estratégica do negócio e conseguem enxergar a forma como você se encaixa dentro do time.

Escute a sua avaliação de desempenho. Argumente se for necessário, pergunte como você pode melhorar.

Mostrar interesse nesse momento já é uma grande mudança de atitude.

Se você tem um líder que é um exemplo, fica mais fácil ainda de mirar a forma como melhorar-se no dia a dia.

Seja também um canal aberto de diálogo com todos.

Você pode não acreditar, mas quem está do seu lado é uma fonte preciosa para alguns insights necessários que todos precisamos.

6 – Busque referências internamente

Dentro da empresa que você trabalha, qual aquela pessoa que possui uma atitude que inspire?

Se voltarmos ao exemplo do setor comercial.

Você, vendedor, fique do lado do líder de vendas da empresa. “Beba” da fonte.

Quais as melhores práticas para se trabalhar? Como ela se motiva, bate metas e garante comissão de vendas?

Passe algum tempo do seu lado – isso poderá ensiná-lo muito.

Não só a melhor forma de entregar suas tarefas como de motivar-lhe para tudo o que a rotina exige.

E aí, como podemos te ajudar?

Se você ficou com dúvida sobre esse artigo ou quer compartilhar alguma “dor” dentro do seu trabalho, fale com um consultor hoje mesmo.

Aproveite e leia dois artigos que ajudarão você a trabalhar melhor.

O primeiro traz algumas frases motivacionais para inspirar você a ir além.

Já o segundo fala sobre o que é o Diagrama de Ishikawa e como ele ajuda a organizar raciocínios e auxilia as decisões a serem tomadas.

Boas vendas!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM. #RunPipeRun

Equipe de Redação
conteudo@odig.net