TED Talks

8 min de leituraTed Talks: o que é, 5 dicas de como fazer e 6 TEDs para inspirar você!

Ted Talks é uma expressão que você já ouviu, certamente. Provavelmente já assistiu a alguns destes eventos e até mesmo compartilhou.

Conhecido ou não, a verdade é que esse é um excelente formato para conseguir impactar as pessoas e transmitir conhecimentos importantes.

Inspirar, instruir, gerar valor. Esses são alguns dos pilares que guiam esse formato que rapidamente se popularizou.

Quem aqui não gosta de aprender algo valioso? E se isso for ensinado de uma inovadora e atraente, sem dúvida interessa a qualquer um.

Essas conferências geralmente tem um curto tempo de duração.

Justamente para isso, para conseguir impactar e inspirar de imediato as pessoas.

Neste artigo, falaremos melhor sobre o que é Ted Talks e qual a sua origem.

Abordaremos alguns pontos para quem deseja criar um e, para inspirar, separamos alguns que falam sobre vendas.

Vamos conferir?

Boa leitura!

O que é ted talks?

Veja o que é TED Talks

TED é uma sigla que, em tradução para o português, significa Tecnologia, Entretenimento e Design.

Trata-se de um evento que hoje é realizado nas Américas, Europa e também na Ásia pela Sapling.

A iniciativa não tem fins lucrativos e serve para a disseminação de ideias e tem um formato bastante peculiar, limitadas a 18 minutos e contam com transmissão ampla pela internet.

Vamos a um pouco de história.

Em 1984, Richard Wurman queria juntar os 3 pontos e construir algo único, que convergisse em uma forma inspirador de contar histórias.

A primeira conferência ocorreu 6 anos depois. Por conta da influência do Vale do Silício, as primeira temáticas foram voltadas para tecnologia.

Todavia, esse formato alcançou lugares, pessoas e segmentos distintos ao redor do mundo, com a TEDGlobal e TEDWomen.

E aí houve acréscimo de outros temas abordados, como cultura, política e ciência.

Isso se deu porque Chris Anderson, sucessor de Richard, deu outra cara para o formato, abrindo as fronteiras além EUA.

Nasceu também o TEDx, que significa que o formato pode ser usado de maneira independente por quem desejar, seguindo os parâmetros originais do TED Talks.

Como fazer um TED Talks realmente inspirador?

TEDx: como fazer TED Talks?

Contar uma história e inspirar as pessoas… ah, quem não quer isso, não é mesmo?

O ser humano desde os primórdios de sua existência adora uma história. Chegamos onde chegamos graças à ela.

Os formatos de contá-la são muitos – o storytelling é um deles, muito usada pelas empresas atualmente.

O TED Talks, por um formato curto e amplamente conhecido, é um dos que mais ganharam força no âmbito corporativo especialmente.

Mas, como fazer um TED que impacte as pessoas e que, em 18 minutos, mostre o valor do que você tem a dizer?

O primeiro de tudo, claro, é ter algo a dizer às pessoas. Não adianta simplesmente querer se o conteúdo em si for fraco – ou clichê.

A informação está ao acesso de todos e, se não for algo realmente valioso, então é preciso repensar se esse é o formato ideal para contá-lo.

E, claro, não precisamos nem dizer que você precisa dominar plenamente o assunto que irá abordar, certo?

Depois, siga essas 5 dicas que separamos para inspirar as pessoas:

1 – Conheça bem o formato

Embora seja popularizado o formato e você possa estar habituado a assistir, uma coisa é ver, outra é fazer.

Por isso, é importante conhecer bem esse modelo e entender que são apenas 18 minutos para passar a sua mensagem.

Ou seja, você precisa ter um poder de síntese bem acurado. Por isso, consuma bastante TEDx, de vários tipos.

Isso serve tanto para saber o ritmo que você poderá empregar, como também detalhes gestuais, entre outros.

O que deu certo nos vídeos que você viu? O que você melhoraria?

Isso é se familiar com o formato e saber onde você coloca o seu toque pessoal.

2 – Desenvolva bem a ideia e a cronologia

TEDx: linha do tempo do TED Talks

Você quer ser atrativo e inspirar. Mas precisa realmente entender se aquilo que você quer passar faz sentido para o formato.

Logo, responda para si mesmo:

  • A ideia que eu tive é nova?
  • A ideia que eu tive é interessante?
  • A ideia que eu tive impactará quais e quantas pessoas?
  • A ideia que eu tive é realística e útil?

Se você não encontrar respostas para alguma dessas questões, é melhor aprimorá-la um pouco mais antes de sair desenvolvendo-a.

Mas, se você completar o checklist de “sim”, então é preciso planejar uma linha do tempo que seja atrativa para elaborar o seu Ted Talks.

O discurso precisa estar bem amarrado e pensar na sua cronologia ajuda a dar um sentido sólida para a história.

Por isso:

  • Faça um resumo dessa linha do tempo em poucas palavras;
  • Para cada ponto da cronologia coloque exemplos reais, fatos e histórias complementares;
  • Feita a linha do tempo, monte o esqueleto da palestra;

Lembre-se que qualquer elemento que for exposto precisa estar dentro da cronologia feita.

Isso serve para que haja conexão e diálogo entre os elementos e que faça sentido na sua narrativa que é, lembre-se, curta.

3 – Crie uma conexão

Estar no palco “é um mero detalhe”. O que isso significa, é que não deve haver barreiras nem diferença entre quem fala e quem ouve.

É preciso criar uma conexão com seus interlocutores – e de maneira imediata. Cativar o público nos primeiros minutos é essencial.

Há 2 dicas que se pode seguir para tal:

  1. Usar o humor – quando você faz as pessoas rirem, você rapidamente ganha a simpatia da audiência. Então, vale investir nisso no começo de sua apresentação;
  2. Vulnerabilidade – admita seus erros e exponha alguma insegurança. Isso reduz a distância entre palco e plateia e gera uma empatia importante;

Aproveite a disponibilidade das pessoas que estão dedicando a você alguns minutos e faça valer a pena.

Mostre que você é falível e que tem algo de valor, de útil para dividir com elas. Faça isso de maneira autêntica para que seja realmente verdadeiro.

4 – Conclua o Ted Talks fazendo uma revelação

TEDx: surpreenda em seu TED Talks

No final da convenção, faça sempre uma revelação para deixar o público ainda mais conectado.

E tenha isso planejado na linha do tempo de sua apresentação.

Você pode se valer de uma sequência de imagens que surpreendam, algum relato em áudio, vídeo. Algo material.

Mas pode também revelar algum sonho que você tem, objetivo ou até mesmo projeto.

Faça isso com paixão, colocando verdade na sua fala. E aqui cabe um discurso improvisado, com palavras que vêm no momento – embora você tenha que prever em seu cronograma esse ato para que respeite o tempo.

O ideal é que seja algo que faça as pessoas refletirem, seguirem pensando naquilo que você disse.

5 – Fique atento aos detalhes

Outro fator importante para fazer um TED Talks de impacto, refere-se às partes técnicas – um pouco distantes do conteúdo em si.

Embora um pouco de formalidade seja importante para se vestir e subir ao palco, não seja formal a tal ponto que você se desconecte do seu público.

Outro fator importante – e agora voltando ao conteúdo – é ensaiar tantas e tantas vezes possíveis a apresentação.

É importante vencer a ansiedade e ser assertivo ao falar. Você quer passar uma mensagem de confiança, não é mesmo?

Treine bastante. Controle sua inteligência emocional também. Mas tudo bem se algum nervosismo transparecer, as pessoas entenderão.

Aproveite e pense em um momento bem visual para as pessoas.

Por ter apenas 18 minutos, invista em boas imagens para deixar o seu momento ainda mais atrativo… que tal?

6 TED Talks para você se inspirar!

TED Talks assistir

Agora que você já sabe como fazer um TED Talks para impactar as pessoas, que tal um pouco de motivação para colocar as mãos à obra?

Separamos 6 TEDx para que você se inspire a contar sua história e a cativar as pessoas.

Analise bem a forma como o conteúdo é exposto. Como quem está no palco interage com as demais pessoas.

Veja os elementos visuais utilizados, a roupa e todos os demais detalhes que, sim, fazem a diferença em um tempo tão curto.

Confira:

1 – “Sua linguagem corporal molda quem você é”

A TED é da professora da Harvard Business School e especialista em psicologia social, Amy Cuddy.

Ela aborda sobre como a linguagem corporal é um elemento que, embora sútil, diz muito sobre nossas relações interpessoais.

Posição das pernas, braços, curvatura, entre outros, interferem em como as pessoas nos veem – e como nós mesmos nos notamos.

As chamadas “poses de poder” são tema deste TED Talks:

2 – “O poder da vulnerabilidade”

A palestrante é a pesquisadora da Universidade de Houston e especialista em temas como vulnerabilidade, coragem e vergonha, Brené Brown.

Em seu TED, ela fala da necessidade de conectar-se emocionalmente com as demais pessoas. E isso em quaisquer esferas da vida – inclusive no trabalho.

O recado de que a empatia é algo fundamental – embora simples – é o tema de sua convenção:

3 – “O poder dos introvertidos”

O vídeo a seguir mostra Susan Cain, autora do livro “Quiet: The Power of Introverts in a World That Can’t Stop Talking”.

Em seu TED Talks, ela fala sobre como, no ocidente, as pessoas extrovertidas são mais premiadas nas empresas.

E, por isso, ela “levanta a bandeira” daqueles que são mais quietos e fala sobre a necessidade de respeitar e valorizar o trabalho que eles desempenham.

A defesa da calma, reflexão e silêncio foram temas que ela abordou:

4 – “A surpreendente ciência da felicidade”

Quem fala a seguir é Dan Gilbert. Ele é professor na Universidade de Harvard e autor do livro “Stumbling on happiness

Sua convenção aborda sobre como a busca pela felicidade pelas pessoas segue sendo objeto de investigação e elemento que surpreende cientistas.

Ele fala que a satisfação na vida é como um “sistema imunológico”. Isto é, mesmo quando as coisas não saem como planejado, o ser humano encontra uma forma de alegrar-se.

Novas descobertas sobre felicidade – seja no trabalho, seja fora dele? Confira você mesmo:

5 – “Como falar de forma que as pessoas queiram ouvir”

O próximo TED Talks é do autor do livro “Sound Business”Julian Treasure, um estudioso quando o assunto é o âmbito corporativo.

Na sua fala, ele aborda como a comunicação humana é influenciada e sofre interferências que às vezes nem percebemos.

Por isso, ele ensina como se expressar oralmente e ter um poder de persuasão maior.

Ele propõe alguns exercícios e dá dicas para falar com mais confiança e chamar mais atenção aqui:

6 – “Como grandes líderes inspiram ação”

Professor na Columbia University e autor do livro “Start With Why: How Great Leaders Inspire Everyone to Take Action”.

Esse é Simon Sinek, que fala que liderar e inspirar as pessoas não é uma tarefa fácil.

Especialmente em momentos de crise, ele aborda táticas a serem usadas para influenciar um time inteiro.

Ele fala sobre um método chamado “círculo dourado”. Enriqueça sua liderança e entenda o quão estratégia é o uso do “por quê? agora mesmo:

E aí, como podemos te inspirar?

Se você está em busca de inspiração no seu dia a dia de trabalho e quer saber como a tecnologia ajuda você, fale com um consultor ainda hoje.

Aproveite e leia dois artigos que ajudarão você a ter mais motivação e para atingir seus objetivos todos os dias.

O primeiro traz algumas frases motivacionais para ser mais e melhor no seu trabalho.

Já o segundo fala sobre como ter uma mudança atitude na sua rotina corporativa.

Boas energias!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM. #RunPipeRun

Equipe de Redação
conteudo@odig.net