Retenção de clientes: como começar?

Ainda nos dias de hoje, há quem duvide da importância de reter clientes. Afinal de contas, esse fator é essencial para que uma empresa consiga manter suas vendas e ter um desenvolvimento sustentável no mercado.

Ter uma carteira de clientes fidelizados significa ter mais segurança de faturamento e alcançar novas indicações e recomendações para a sua marca.

Mas como dissemos, nem sempre as empresas dedicam seus esforços e priorizam as ações que captam leads (potenciais clientes) e retém consumidores.

Como resultado, essas organizações não terão clareza sobre o seu faturamento, nem poderão fazer investimentos planejados com base em sua receita.

Imagine uma empresa de alpinismo industrial que não sabe quando fechará o seu próximo contrato de serviço, por exemplo. Você já passou por esse tipo de situação? Se você quer mudar a história do seu negócio, então está no lugar certo.

Neste post, separamos algumas dicas para você começar a reter clientes e aprimorar suas estratégias de fidelização. Algumas ações simples e com foco na satisfação dos clientes fazem muita diferença. Quer ver quais são elas? Então continue nos acompanhando!

1 – Priorize a otimização e qualidade no atendimento

Não podemos começar a falar de retenção de clientes sem frisar um dos principais pontos que fazem isso acontecer: o atendimento satisfatório.

Logo quando pensamos na retenção, o que devemos nos preocupar é garantir que a experiência dos clientes atendam às suas expectativas.

Muitas empresas nos dias de hoje apenas priorizam o atendimento para solucionar dúvidas e receber críticas e reclamações.

No entanto, para que uma empresa consiga alavancar o seu número de clientes retidos, é essencial estar preparada para expandir a comunicação.

Se sua empresa vende deck de madeira, alguns exemplos são oferecer ações de boas-vindas (onboarding) aos novos clientes e entrar em contato com os mesmos de maneira regular, seja por ligação, SMS, e-mail, etc.

O objetivo é qualificar o processo de atendimento e mostrar ao cliente que ele não comprou apenas o produto ou o serviço, mas sim, comprou uma nova experiência com a empresa.

2 – Apresente resultados concretos

Para que um cliente se torne fiel a uma marca, ele precisa saber exatamente sobre as vantagens, benefícios e resultados que a empresa tem a oferecer.

Pensando nisso, procure sempre mostrar o valor dos seus produtos e serviços de forma concreta. Muitos serviços não possuem efeitos imediatos para um cliente. A partir daí há a necessidade de se manter comunicativo com os clientes e mostrar toda projeção acordada.

3 – Busque melhorias para focar nos clientes

Para que um cliente seja mantido dentro da base da empresa, ele precisa estar satisfeito e confiante sobre os valores da empresa.

Porém, sabemos que, com o mercado altamente competitivo, a concorrência também pode ter outros diferenciais que chamam a atenção do público. Por essa razão, se adaptar é fundamental.

Procure novas maneiras de aperfeiçoar os seus produtos, serviços e atendimento, focando sempre em levar a melhor experiência ao cliente.

Se sua empresa fornece insumos para cerveja, e observou uma queda na demanda de pedidos, procure imediatamente por diagnósticos e soluções que levem a empresa a se reinventar e voltar a todo vapor para o mercado!

Agora que você já sabe como começar com suas estratégias e ações de retenção de clientes, o que acha de investir nisso e ter sucesso? Gostou do post?

*Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Augusto Turcato
conteudo@odig.net

Augusto Turcato faz parte do time de marketing que ajuda milhares de vendedores, gestores e empreendedores brasileiros a aumentar suas vendas com metodologias e tecnologias aqui no CRM PipeRun.