Canais de vendas: o que são, 10 tipos e como gerenciar todos eles

canais de vendas
Augusto Turcato
Augusto Turcato, especialista há 9 anos em marketing de conteúdo, faz parte do time de marketing que ajuda milhares de vendedores, gestores e empreendedores brasileiros a aumentar suas vendas com metodologias e tecnologias aqui no CRM PipeRun.

Resumo do artigo:

Canais de vendas são diferentes meios pelos quais uma empresa vende seus produtos ou serviços aos clientes;

Eles incluem lojas físicas, vendas online, redes sociais, vendas diretas, entre outros;

O CRM de Vendas da PipeRun é uma das melhores ferramentas para gerenciar canais de vendas, pois oferece recursos para acompanhar e analisar as interações, além de otimizar o processo de vendas e melhorar o relacionamento com o cliente.

Muita gente pensa que canais de venda são só caminhos para vender produtos e serviços, mas a verdade é que seu impacto vai muito além.

Esses canais são cruciais para o sucesso de qualquer empresa, especialmente se você está pensando lá na frente, no futuro.

Isso significa que, escolher e gerenciar bem esses canais pode ser o grande diferencial entre alcançar resultados bons e alcançar resultados excelentes. 

Em resumo, os canais de vendas definem como seus produtos ou serviços chegarão até o cliente. 

Ou seja, eles não só ajudam a aumentar as vendas, mas também são importantes para criar a identidade da sua marca e fortalecer a relação com seu público.

Mas, atenção! Escolher os canais de venda não é uma tarefa tão simples assim. 

Ao contrário disso, estamos falando de um processo que exige entender de verdade a sua persona e traçar boas estratégias.

Pensando em te ajudar com esse desafio, preparamos um guia completo sobre canais de vendas, incluindo dicas para gerenciar cada um deles.

E aí, pronto(a) para transformar seus canais em verdadeiras máquinas de vendas? Continue a leitura a seguir!

MODELO DE PLAYBOOK DE VENDAS PARA BAIXAR

Quer um modelo de Playbook de Vendas 

para adaptar para a sua equipe?

Organize o processo de vendas e o conhcimento da sua equipe. Acele vendas, treinamento e as boas práticas com o playbook de vendas pronto e editável.

Você receberá um email com material. Confira a caixa de entrada e Spam.

O que são canais de venda?

Canais de venda são os caminhos que uma empresa usa para vender seus produtos ou serviços.

Hoje em dia, é possível escolher diversos tipos de canais, mas é preciso lembrar que cada um funciona de maneira diferente. 

Por exemplo, sua empresa pode vender diretamente aos seus clientes ou pode usar intermediários, como lojas ou distribuidores, que vendem em nome da marca.

Além disso, existem os canais de venda online, como as plataformas de e-commerce e redes sociais, onde é possível alcançar uma quantidade muito maior de pessoas. 

Mesmo com suas diferenças, cada canal possui vantagens e desafios. Portanto, a escolha certa dependerá do tipo de produto ou serviço que sua empresa oferece, do público-alvo e da forma como os clientes preferem comprar. 

De modo geral, a recomendação é combinar canais de diferentes tipos e não apenas focar em um ou dois.

A combinação eficaz desses canais pode ajudar sua empresa a alcançar mais clientes, aumentar as vendas e construir uma marca forte.

O que são canais de venda?

Quais são os principais canais de venda? 10 tipos de canais de vendas

Os canais de venda são essenciais para conectar produtos e serviços aos consumidores. 

Como comentamos, eles podem ser tanto online quanto offline, oferecendo diversas maneiras de alcançar e engajar clientes. 

Para te ajudar a escolher os canais de venda que melhor se adaptam ao seu negócio, listamos e explicamos abaixo os 10 principais. Descubra a seguir!

1. Site

Sites são essenciais para qualquer tipo de empresa – principalmente para aquelas que vendem softwares e serviços – já que funcionam como um ponto central de informações.

Podemos dizer que os sites são plataformas onde clientes podem conhecer mais sobre os serviços ou serviços, entender processos e, é claro, realizar compras ou assinaturas online. 

Dentre as principais vantagens de ter um site é a capacidade de simplificar informações e de guiar o cliente pelos principais benefícios e funcionalidades de um serviço, até a venda.

2. Google Ads

Google Ads é uma plataforma de publicidade online onde qualquer empresa pode exibir anúncios que aparecem nos resultados do Google.

Esse canal é vantajoso por oferecer a possibilidade de segmentar o público e, principalmente, de alcançar um grande número de pessoas. 

Com os anúncios da rede de pesquisa, você pode chamar a atenção de quem está buscando ativivamente produtos ou serviços específicos.

3. E-mail Marketing

De maneira simples, o e-mail marketing está relacionado com o envio de mensagens comerciais por e-mail. 

Mesmo hoje em dia, ele ainda serve para manter o público informado sobre novidades e ofertas, além de fortalecer o relacionamento com a marca. 

Sua principal vantagem é a comunicação direta e personalizada, o que o torna indicado para públicos que já demonstraram interesse na marca ou nos produtos.

4. WhatsApp

O WhatsApp se tornou um canal de vendas crucial no mundo dos negócios, já que permite a comunicação direta e eficiente entre empresas e clientes. 

Se você está pensando em usar o WhatsApp para negócios, uma dica importante é integrar todas essas conversas em uma só plataforma. 

Assim, fica fácil acompanhar todas as interações com clientes e gerenciar o trabalho da equipe, sem nenhum agente ficar sobrecarregado.

Além disso, estamos falando de um canal que é prático e bastante familiar para a maioria das pessoas. 

Por isso, é uma ótima opção para empresas com foco em oferecer um atendimento rápido e personalizado. 

TEMPLATES DE HSM GRÁTIS

Mensagens prontas de WhatsApp
para enviar aos seus clientes

Baixe agora para receber por e-mail! Confira a caixa de entrada e a de SPAM

5. Redes Sociais

Redes sociais, como Facebook, Instagram, TikTok e X (antigo Twitter), são canais para engajamento e promoção de produtos ou serviços. 

Independentemente do tipo, elas permitem uma interação direta com clientes e potenciais clientes, além do compartilhamento de conteúdo relevante. 

Você pode conversar com seu público, responder às suas dúvidas, e até mesmo receber feedback imediato sobre suas ações. 

Usando com sabedoria, essas redes sociais também podem te ajudar a entender melhor seu público-alvo, refinar suas estratégias de marketing e otimizar suas campanhas para alcançar resultados ainda melhores.

6. Telefone

Mesmo na era digital, o bom e velho telefone continua sendo um canal de venda eficaz e dinâmico. 

Quando integrado a um sistema de CRM e discadora automática, ele pode se transformar em uma ferramenta ainda mais eficaz. 

Afinal, essa integração permite que sua equipe faça mais ligações em menos tempo, sem perder a qualidade. 

Além disso, vale lembrar que o telefone oferece uma experiência de compra mais pessoal e direta. 

Para muitos clientes, uma conversa por telefone pode ter muito mais impacto em sua decisão do que um simples e-mail ou uma mensagem de texto. 

7. Marketplace

Marketplaces, como Amazon e Mercado Livre, são plataformas online onde várias empresas podem vender seus produtos. 

A principal vantagem é que eles oferecem visibilidade e facilidade de acesso a um grande público. 

No entanto, também podem cobrar taxas e percentuais de cada uma das vendas realizadas em suas plataformas.

8. Programa de afiliados

Em resumo, os programas de afiliados envolvem parcerias com pessoas ou outras empresas para promover produtos e serviços.

Em troca, os afiliados recebem uma determinada comissão por cada negócio fechado. 

A vantagem é a ampliação do alcance de vendas por meio dos parceiros. 

Inclusive, é um canal de venda indicado para alcançar públicos que costumam considerar a opinião de influenciadores ou sites especializados antes de concluírem uma compra.

9. Ponto de venda

Ponto de venda nada mais é do que as lojas físicas onde produtos são vendidos diretamente aos clientes. 

Mesmo com a expansão do e-commerce e outros canais digitais, as lojas físicas ainda são muito procuradas, principalmente por oferecerem uma experiência tangível e pessoal. 

De vantagem, podemos ressaltar a interação direta e a possibilidade dos clientes experimentarem o produto, no caso de roupas e acessórios. 

De modo geral, é mais recomendado para para públicos que valorizam a experiência de compra presencial.

10. Venda direta

Venda direta é a venda de produtos ou serviços diretamente ao consumidor, fora de um ambiente de varejo fixo. 

Alguns exemplos incluem vendas porta a porta, demonstrações ou vendas em eventos. 

Sua vantagem é a personalização e a criação de um relacionamento mais próximo e até mesmo consultivo com o cliente. 

Quais as vantagens de canais de vendas diversificados?

Quais as vantagens de canais de vendas diversificados?

Diversificar os canais de venda é uma estratégia inteligente para qualquer negócio que esteja buscando crescimento, independentemente do mercado.

Isso porque, ao explorar diferentes canais, você pode alcançar um público mais amplo e ainda aproveitar uma série de outros benefícios.

Confira a seguir algumas das vantagens de diversificar seus canais de vendas!

Expansão do negócio

Canais de venda diversificados são ferramentas poderosas para a expansão de negócios. 

Afinal, eles permitem interagir com o público, atrair leads e, é claro, conquistar novos clientes de maneira muito mais rápida. 

Aplicando as estratégias certas em cada canal, é possível aumentar sua base de potenciais clientes— o que é vital para o crescimento a longo prazo.

Explorar novos mercados

A diversificação de canais de venda ainda pode levar a sua empresa a um patamar internacional. 

Ou seja, alguns canais podem tanto te ajudar a expandir sua presença no mercado local, quanto a entrar e se estabelecer em mercados estrangeiros. 

Com a estratégia, sua marca pode divulgar e vender produtos ou serviços em diferentes mercados e até países, explorando novas oportunidades e públicos.

Atingir mais clientes

Expandir os canais de venda também significa expandir a marca, especialmente para empresas tradicionais que ainda estão criando sua presença digital. 

De modo geral, usar os canais certos permite que mais potenciais clientes conheçam os produtos e serviços oferecidos pela empresa, independentemente de onde estejam localizados. 

Assim, eles se tornam uma ferramenta para aumentar o alcance da marca.

Melhorar reputação da marca

Uma presença forte em múltiplos canais de venda também pode melhorar a reputação de uma marca. 

Isso acontece porque diferentes canais podem reforçar a visibilidade e a percepção positiva do público, estabelecendo sua marca como uma opção confiável e acessível.

Com o apoio de uma estratégia de canais bem planejada, é ainda possível construir e manter uma imagem positiva para um público mais amplo.

Como escolher os melhores canais de venda para seu negócio?

Escolher os melhores canais de venda para o seu negócio é uma decisão estratégica que não precisa incluir todos os canais disponíveis. 

Afinal, cada um possui suas vantagens e desvantagens, de acordo com o tipo de empresa.

Para negócios que operam principalmente online, por exemplo, explorar canais digitais como lojas virtuais e e-mail marketing podem ser mais eficazes. 

Isso porque, esses canais se alinham bem com a natureza digital e funcionam bem para alcançar clientes que preferem interações online.

Já para empresas com uma presença maior no mundo físico, canais como redes sociais e telemarketing podem ser mais relevantes. 

Eles oferecem maneiras de se conectar com o cliente de forma mais direta e pessoal, o que pode fazer a diferença para quem valoriza o contato humano.

Mas para tomar a decisão certa, o ideal é analisar o perfil e as necessidades do seu público, além das estratégias e objetivos comerciais do negócio.

Quais são os indicadores de sucesso dos canais de vendas?

Quais são os indicadores de sucesso dos canais de vendas?

Se você quer entender a eficácia das suas estratégias de marketing e vendas, precisa avaliar o sucesso dos seus canais de vendas.

A boa notícia é que existem vários indicadores capazes de te ajudar a medir o desempenho e a eficiência desses canais. 

De maneira prática, eles oferecem insights sobre o que está funcionando bem e o que precisa ser ajustado para melhorar a rentabilidade e o alcance do negócio. 

Vamos descobrir a seguir alguns dos principais?

CAC, Custo de Aquisição de Clientes

O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é um indicador que mostra quanto está custando para a sua empresa adquirir um novo cliente. 

É calculado dividindo o total de custos de marketing e vendas pelo número de novos clientes adquiridos em um período específico. 

Então, se o CAC for maior do que o ticket médio (valor médio de venda), pode indicar que a estratégia de aquisição de clientes é ineficiente e precisa ser revista.

MRR, Receita Recorrente Mensal

A Receita Recorrente Mensal (MRR) é um indicador importante para negócios com modelos de assinatura ou serviços contínuos, pois representa o total de receita recorrente gerada pelos clientes em um mês. 

Em termos gerais, um MRR crescente é um sinal positivo, indicando saúde financeira e crescimento estável.

Já um MRR em declínio pode ser um alerta para problemas nos canais de vendas ou na retenção de clientes.

Para calculá-lo, basta somar toda a receita recorrente dos seus clientes ativos.

Churn, Taxa de Cancelamento

Churn, ou Taxa de Cancelamento, mede a porcentagem de clientes que deixaram de usar o serviço ou produto da sua empresa em um determinado período.

É calculado dividindo o número de clientes que cancelaram pelo total de clientes no início do período. 

Lembrando que uma taxa de churn alta pode ser um indicativo de problemas com o produto, serviço ou atendimento ao cliente, enquanto uma taxa baixa indica boa retenção de clientes.

LTV, Lifetime Value

O Lifetime Value (LTV) é um indicador que estima o valor total que um cliente gasta durante o tempo em que permanece ativo com a empresa. 

É calculado multiplicando o ticket médio pela frequência de compra e pela duração média da relação com o cliente. 

Um LTV alto sugere que os clientes são valiosos e leais, enquanto um LTV baixo pode indicar a necessidade de melhorar a qualidade do produto ou serviço e a experiência do cliente.

Como gerenciar todos os canais de vendas?

Como gerenciar todos os canais de vendas?

Com tantos canais disponíveis e cada um exigindo uma abordagem específica, fazer uma boa gestão pode ser um grande desafio. 

Mas saiba que existe solução eficiente para isso: implementar um CRM de Vendas, como o PipeRun.

Quer descobrir as principais vantagens? Então, continue a seguir!

Criação de múltiplos funis

O CRM PipeRun permite a criação de múltiplos funis para gerenciar os diferentes canais de aquisição da sua empresa.

Por exemplo, você pode separar o programa de afiliados em um funil, enquanto os leads gerados por estratégias de inbound e mídia online (site, redes sociais, WhatsApp, Google Ads) podem ser organizados em outros. 

Além disso, é possível criar funis específicos para a prospecção ativa, como telefone/telemarketing e e-mail marketing,

Dependendo do processo de vendas, também há a possibilidade da negociação ocorrer diretamente no funil ou ser repassada a um vendedor em um funil de vendas específico.

Relatórios personalizados

Com o ferramenta da PipeRun, gerar relatórios personalizados para mensurar a performance de cada canal de vendas se torna uma tarefa simples. 

Além de oferecer praticidade para o acompanhamento, esses relatórios podem te ajudar a entender quais canais devem ser priorizados ou ajustados, e quais trazem clientes que gastam mais e permanecem por mais tempo com a empresa.

Alguns exemplos de relatórios presentes no CRM PipeRun:

  • Relatório geral;
  • Balanceamento do funil;
  • Taxa de conversão;
  • Forecast;
  • Itens vendidos;
  • Performance dos e-mails;
  • Oportunidades processadas por dia;
  • Oportunidades processadas por semana;
  • Oportunidades processadas por mês;
  • Oportunidades processadas por usuário;
  • Oportunidades processadas por origem;
  • Oportunidades processadas por grupo de origens;
  • Oportunidades processadas por segmento;
  • Oportunidades processadas por CNAE;
  • Oportunidades processadas por cidade;
  • Oportunidades processadas por UF;
  • Oportunidades processadas por microrregião;
  • Oportunidades processadas por região;
  • Oportunidades perdidas por motivo.

EBOOK GRÁTIS

Guia para estruturar área de Customer Success Data Driven e de Alta Performance

O material irá para o seu e-mail. Veja a caixa de entrada e também a de spam.

Gestão da carteira de clientes

A gestão da carteira de clientes dentro dos múltiplos funis é crucial para qualquer organização, especialmente para aquelas que vendem assinaturas ou serviços recorrentes. 

O funil de Customer Success no Piperun é vital para a gestão pós-venda, pois ajuda a manter relacionamentos e garantir a satisfação e renovação dos clientes. 

Vale ressaltar que ter todo o histórico do cliente desde a geração do lead também facilita a personalização das abordagens pelo time de CS.

Gestão da comunicação

Você sabia? O CXM  da PipeRun é capaz de integrar todos os canais de comunicação da sua empresa, seja WhatsApp, redes sociais ou e-mail, facilitando tanto a abordagem de vendas quanto o relacionamento pós-venda.

Essa integração, por sua vez, permite uma comunicação consistente e personalizada com o cliente ao longo de toda a sua jornada.

Conheça o CRM PipeRun

O CRM PipeRun é uma ferramenta projetada para revolucionar a gestão de vendas e o relacionamento com clientes. 

Com ele, você pode criar relatórios personalizados para acompanhar de perto a performance de cada canal de vendas e fazer escolhas inteligentes.

A gestão da carteira de clientes também fica mais simples e eficiente, já que você pode tem acesso a cada etapa do ciclo de vida do cliente. 

E não para por aí: o CXM de Atendimento da PipeRun facilita a integração da comunicação da sua empresa, conectando todos os canais em um só lugar, seja WhatsApp, redes sociais ou e-mail.

Ou seja, é a escolha certa para quem quer melhorar a gestão unindo funcionalidade, eficiência e praticidade.

Gostou e quer saber mais?

Entre em contato hoje mesmo com um de nossos consultores e descubra todas as vantagens que podemos oferecer ao seu negócio!

Conclusão

Chegamos ao fim desse guia e esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas sobre a gestão eficiente dos canais de venda. 

Com as dicas que compartilhamos, você com certeza está mais preparado(a) para escolher os canais mais apropriados para o seu negócio e, claro, para impulsionar suas vendas.

Quer ter acesso a mais conteúdos como esse para aprender mais? Continue acompanhando nosso blog. 

Estamos sempre atualizando nossos canais com novas dicas e insights que podem te ajudar a ir muito mais além com o seu negócio. 

Esperamos te encontrar novamente por aqui!

Até a próxima!

FAQ – Perguntas Frequentes

Quais são os tipos de canais de vendas?

Existem vários tipos de canais de vendas, incluindo lojas físicas, e-commerce, telemarketing, redes sociais, e-mail marketing, marketplaces online, programas de afiliados, pontos de venda e venda direta. Cada canal possui características únicas e atende a diferentes necessidades de negócios.

O que é canal de vendas?

Canal de vendas é o meio pelo qual uma empresa oferece seus produtos ou serviços aos clientes. 

Qual é o melhor canal de vendas?

O melhor canal de vendas depende do tipo de negócio, produto ou serviço oferecido, e do público-alvo. Para negócios digitais, canais como e-commerce e mídias sociais podem ser mais eficazes, enquanto negócios físicos podem se beneficiar mais de lojas físicas.

Mais automação. Mais economia. Mais resultado.

Contar com uma plataforma nacional de aceleração de vendas é muito mais negócio.

Acompanhe todas as novidades sobre Marketing e Vendas

Se inscreva em nossa newsletter e fique por dentro!