Otimização de sites

11 min de leituraOtimização de sites: como fazer e por que isso ajuda a gerar mais leads?

A otimização de sites SEO, ou Search Engine Optimization, é uma técnica para melhorar o posicionamento dos links do seu site na listagem de resultado de um buscador (por exemplo, o Google). É algo bastante importante para as empresas atraírem mais clientes e, claro, vender mais e melhor.

É extremamente necessário ter uma presença digital nos dias de hoje. Na verdade, trata-se de uma obrigação de qualquer empresa que quer ser relevante.

O mundo mudou muito. A sociedade é diariamente impactada pela tecnologia e isso alterou o comportamento dos clientes.

Hoje, o poder de barganha está com eles. E as buscas pelas necessidades existentes são e sempre serão cada vez mais pela internet.

Por isso, mais do que ter um bom site, é preciso ter estratégias de otimização de sites que sejam realmente eficientes.

Você quer que seu público-alvo encontre você, certo? Qual melhor jeito para isso se não estando nas primeiras posições dos buscadores?

Ranquear bem, organicamente, quando alguém digita uma palavra relativa ao seu negócio: é isso que você precisa.

Neste artigo, falaremos da importância da otimização de sites. Mas, vamos além: por que isso é importante. Ou, melhor: como isso faz sua empresa vender mais?

Você verá que algumas ações simples podem fazer toda a diferença.

Em meio à tanta concorrência, afinal, é fundamental destacar-se e mostrar para seus clientes que sua marca é imperdível.

Vamos conferir como isso é possível?

Boa leitura!

Por que fazer a otimização de sites é importante?

Otimização de sites

O posicionamento, ou ranqueamento como é chamado tecnicamente, é organizado pela relevância do conteúdo.

Isso se dá em relação ao termo (palavra-chave) digitado no campo da busca. Então, quanto maior a relevância, mais próximo da primeira posição estará o link do seu site.

Digamos que um usuário digita no mecanismo de busca uma palavra-chave específica,

Através de uma boa aplicação das técnicas de SEO, uma (ou várias) das páginas do seu website aparecerão entre os primeiros resultados da busca orgânica.

O principal objetivo da otimização SEO é melhorar o ranqueamento dos sites em mecanismos de busca.

Sendo assim, a sua maior vantagem está em aumentar o número de visitas aos sites, e a conversão dessas visitas em potenciais consumidores dos produtos ali oferecidos.

Portanto, com uma boa execução do SEO, você tem a chance de posicionar seu site e fazer com que mais pessoas conheçam o seu produto e/ou serviço.

É importante ressaltar que os resultados advindos do SEO tendem a ser de médio e a longo prazo.

Portanto, não basta trabalhar com essa estratégia durante um, ou dois meses, por exemplo.

É necessário que se tenha um acompanhamento de, no mínimo, seis meses, para que os resultados comecem a reverter em negócios para a organização.

Quando otimizadas as estratégias, você tem:

  • Aumento de visitas para seu site – ele estará bem posicionado no reanqueamento dos sites de busca, o que resulta em maior visibilidade e credibilidade, e faz com que as pessoas confiem na sua marca;
  • Aumento no número de vendas – com o seu site recebendo um maior número de visitas, as pessoas passarão a conhecer mais o seu produto, o que aumenta a possibilidade de se tornarem clientes;
  • Análise do retorno sobre o investimento (ROI) – diferente das mídias tradicionais (jornal, rádio, TV) o investimento em SEO pode ser mensurado. Isto se dá através de gráficos que analisam o tráfego do seu site. Outra forma de análise e medição, é o aumento do número de vendas do seu produto/serviço.

Otimização de sites: uma questão de sobrevivência para empresas

Otimização de sites

É fato: os smartphones e dispositivos móveis estão dominando e modificando hábitos de consumo das pessoas.

56% das pessoas, ou seja, 127 milhões de brasileiros acessam a internet unicamente por meio dos seus celulares.

Apesar da cobertura razoável de internet 4G, que abrange mais da metade do território nacional, a velocidade real do acesso móvel quase nunca é das melhores.

E se abrir um site na tela do celular é cada vez mais normal, a velocidade de abertura da página já impacta tanto quanto ter um site responsivo ou com versão móvel.

Cerca de um terço de todas as páginas online no mundo já possui versão móvel ou formato responsivo.

É, obviamente, uma preocupação que se justifica, já que os dispositivos móveis representaram 55% dos acessos à internet no mundo inteiro.

Mas quanto tempo essa página demora para carregar? Imagina um usuário ter que esperar 10 segundos para poder visualizar sua página?!

No mundo atual, imediatista, isso é o equivalente a deixar um cliente 10 minutos na frente do balcão esperando por atendimento.

Nesses casos, não há estratégia de marketing digital ou trabalho bem feito da agência digital que possa ajudar seu negócio.

A provável reação do internauta será a rejeição da página (quando um usuário a fecha sem interagir com ela).

Segundo o Comitê Gestor de Internet (CGI.br), o Brasil chegou a 50% dos domicílios com acesso à internet já em 2015, ou 32,3 milhões de residências.

Além disso, 51% da população urbana e 24% da população rural do país com mais de 10 anos acessa a rede por celulares ou dispositivos móveis.

esse bolo, apenas 24% da população urbana e 5% da rural têm internet mais rápida que 8 Mb por segundo.

Então, seu site está bonito, funcional, atualizado periodicamente e com conteúdo incrível, mas ninguém tem paciência de esperá-lo abrir pra ler…

Se não pudesse piorar, páginas com carregamento lento prejudicam a aparição de seu site nas buscas do Google e até no Google Adwords.

Otimização de sites para mobile

Otimização de sites mobile

Desde 2015, o Google já considera a experiência dos usuários em dispositivos móveis como um dado relevante.

Seja para o bom posicionamento das páginas nas buscas, seja para definir o índice de qualidade de anúncios do Google Ads – que impactam no custo do lance por clique.

A empresa não divulga os critérios exatos que seu algoritmo leva em conta.

Mas é fato que a velocidade de abertura da página (em qualquer dispositivo, principalmente nos mobiles) é um desses critérios. Basta olhar os primeiros resultados em uma busca simples.

Faz sentido, já que, brasileiros compraram 104 smartphones por minuto em 2014, de acordo com o IDC Brasil.

E usam os mesmos para fazerem diversas compras. 7 em cada 10 cidadãos do país vale-se do dispositivo para adquirir produtos ou serviços.

A importância da velocidade do site para as classes C, D e E

Muitos empresários não se preocupam tanto com a qualidade do seu site por entenderem que vendem a um público economicamente emergente, formado pelas classes C, D e E.

Porém, o CGI.br aponta que 50% das classes D e E e 30% da classe C têm a internet de celular (3G, 4G ou modem mobile) como principal conexão doméstica.

Para essas pessoas, o tempo de abertura de uma página significa mais ou menos dados sendo consumidos.

Ou seja, tempo é dinheiro, já que os serviços de banda móvel são cobrados por cotas de megabytes utilizados por mês.

Um site lento sempre vai passar a impressão de ser mais pesado e, consequentemente, proibitivo de ser acessado.

Digamos que o público de sua empresa não seja majoritariamente das classes C, D e E.

Todavia, você conhece seus clientes e potenciais clientes o suficiente para dizer que eles nunca acessarão seu site por um celular ou dispositivo móvel?

Por isso é importante, por exemplo, ter bem definida a persona dos seus negócios. Traçar o perfil do cliente ideal (ICP) ajudará e muitos suas estratégias.

O smartphone está se tornando cada vez mais o centro da vida das pessoas.

As pessoas, nele, guardam suas memórias afetivas, se comunicam, pagam contas, resolvem problemas, jogam…

E, claro: fazem novas contas, com compras sem sair da frente do aparelho.

6 dicas de otimização de sites para você vender mais e melhor

Dicas de otimização de sites

Vender mais e melhor. Reduzir o CAC e entender como encantar o cliente. Sem dúvida alguma são cenários que todos os gestores buscam, não é mesmo?

Ter estratégias de inbound marketing que atraiam, pela qualidade, o público-alvo é uma boa prática dentro das empresas.

E é através da otimização de sites que as organizações conseguem gerar um impacto realmente positivo.

Separamos, portanto, 6 ações que você pode aplicar em seu site para chegar nas primeiras posições do Google.

Essas são algumas das dicas de marketing mais valiosas para aplicar nas empresas e, óbvio: atrair mais consumidores.

Claro que (e é preciso que fique claro) é um trabalho de médio e longo prazo. O importante é implementar as ações de forma assertiva.

E, óbvio: quanto mais você mostrar aos consumidores que você tem realmente o foco no cliente, melhor será para a sua empresa.

Afinal, estamos falando de gerar valor. De entregar aquilo que os clientes precisam, na forma e no momento certos.

Confira as dicas:

1 – Defina os objetivos da criação do site

Ao criar um site, as empresas esperam que ele atenda todas as suas metas e objetivos.

  • divulgação de sua marca;
  • design atrativo;
  • ranquear nas primeiras páginas dos buscadores;
  • ser assertivo na estratégia de como atrair clientes;

Portanto, antes de falarmos de otimização de sites, precisamos dar alguns passos atrás.

Na hora de criar seu site, a captação de clientes deve ser o objetivo principal e final do site.

Além disto, qual é o seu objetivo com a criação de um site? Qual a finalidade dele?

Qual o público que você gostaria de atingir? Institucional ou ecommerce?

Tenha essas respostas bem claras antes de tirar qualquer projeto do papel.

2 – Pesquise o mercado que está online

Dicas de otimização de sites

Para entender como melhorar o seu negócio e como atingir seu público, pesquise! Faça benchmarking. Aplique a matriz BCG. Arregace as mangas!

Esteja sempre atento aos seus concorrentes:

  • que informações eles estão divulgando?
  • qual o posicionamento deles?
  • que diferencial estão oferecendo para os clientes?
  • qual a interação dos usuários nas redes sociais?

É importante saber algumas dessas informações para saber qual o posicionamento da sua empresa frente à eles.

Ou, então, qual o posicionamento que sua empresa vai tomar diante das estratégias online dos seus clientes.

Analisando estes dados, sua empresa saberá os objetivos e dará as diretrizes necessárias para suas estratégias de otimização de sites.

3 – Mantenha o conteúdo do site fresco

Também não basta apenas criar o site e o esquecê-lo, é preciso que você ou alguém especializado o atualize constantemente.

Sim, o marketing de conteúdo é extremamente importante e decisivo para que a geração de leads seja um sucesso – e não dor de cabeça – em seus negócios.

Conteúdo frequente e que interesse de verdade o seu público-alvo também é uma estratégia de SEO.

Portanto, mãos à obra novamente. Publique conteúdos legais no seu blog, compartilhe notícias com frequência.

Otimização de sites é manter um organismo vivo, em pleno funcionamento.

Um site estático, sem interação com os usuários, que contenha informações desatualizadas e com pouco conteúdo provavelmente não trará os resultados que você imaginou para o seu negócio.

Portanto: forneça informações, gráficos, vídeos, histórias inspiradoras, conteúdos relevantes. Diga algo ousado, desperte o interesse dos usuários.

Se você aplicar a analogia da galinha e do ovo, o conteúdo é, definitivamente, o ovo: o que vem em primeiro lugar.

4 – Otimize os títulos das suas páginas

Dicas de otimização de sites SEO

Adicionar meta-títulos às suas páginas é o primeiro e mais simples passo para você otimizar o seu site e torná-lo mais relevante nos motores de busca.

Faça com que saibam: “Ei, eu estou aqui e sou relevante para esta palavra-chave”.

Qualquer especialista em SEO irá dizer-lhe que, antes de mais nada, eles terão de encontrar quais são as palavras-chave relevantes para o seu site.

Verdade seja dita: isso é algo que você também pode fazer sozinho. Faça alguma pesquisa e descubra quais são as palavras-chave mais relevantes para o seu site.

Olhe para os títulos das páginas do seu concorrente, por exemplo. E use ferramentas como o Keyword Planner para tal.

Além disso, foque em palavras-chave “long tail”. Essas são as KW que envolvem palavras semelhantes e são mais específicas para um determinado tópico (3 ou 4 palavras).

Palavras-chave “long tail” convertem melhor, e são mais fáceis de classificar.

5 – Faça link building natural

Todo mundo que tem um site já ouviu falar sobre link building, ou seja, conectar o seu site com outros para liga-los de volta para o seu.

O modo como é feito, no entanto, mudou drasticamente nos últimos anos, e fazê-lo incorretamente pode ser prejudicial.

Os algoritmos do Google foram criados de forma a detectar links “não naturais”, como alguns links pagos, textos âncora exagerados e etc.

Isso pode ser complicado para um novato em SEO. Entretanto, de maneira geral pode-se dizer que as ligações não podem ser forçadas.

Elas devem acontecer de forma orgânica. E a maneira de ser bem sucedido em conseguir boas ligações tem muito a ver com o conteúdo que você cria.

Boas ações para a link building natural envolvem escrever posts hospedados em blogs interessantes, o chamado guest post.

Ajuda, também, uma boa atividade em mídias sociais e associar-se com outros blogueiros com interesses em comum.

Não ignore, jamais, o YouTube, o segundo maior buscador do mundo. Somente, claro, atrás do Google.

Um blog de alto tráfego é definido pelo seu conteúdo, caso contrário, os leitores não irão visitá-lo muitas vezes.

Se o que você produz é interessante – e relacionado a um tópico com que os colegas blogueiros se preocupam – aumentam as chances deles querer falar sobre você.

6 – Por fim: teste a velocidade de abertura do seu site

Dicas de otimização de sites

A tendência de acessos e tráfego pelos dispositivos móveis é irreversível. Quando o mercado toma o rumo para mudanças, o ideal é se adequar as novas necessidades para não ficar de fora.

Pior ainda, não se adequar é o mesmo que não atender às exigências do consumidor. E isso é imperdoável!

Porém, o Google não seria tão cruel assim, simplesmente punindo os sites mais lerdos.

A empresa que é sinônimo de internet oferece um teste de velocidade de abertura das páginas na net. Melhor ainda, dá dicas que você pode compartilhar com sua agência digital para tornar seu site mais rápido.

Acesse:

https://developers.google.com/speed/pagespeed/insights/

Afinal, você precisa saber se as estratégias de otimização de sites deram, na prática, resultados, certo?

Depois de aplicar esses pontos, você deve começar a perceber um aumento significativo no tráfego, um interesse mais profundo em seus produtos.

Capriche em bons materiais para download (como eBook, infrográficos, etc). Crie boas landing page para garantir o lead.

Se você fizer isso, os visitantes se converterão em contatos e, se você estruturar bem seu processo de vendas, tornarão-se seus clientes.

Ao criar o site da sua empresa, ele torna-se um minúsculo grão de areia no meio de centenas de milhares de outros no universo cibernético.

É por isso que a otimização de sites é e sempre será tão importante.

E aí, como podemos te ajudar?

Se você ficou com dúvida sobre o conteúdo ou deseja compartilhar alguma dor sobre prospecção de clientes e vendas, fale com um consultor.

Aproveite e leia dois artigos que ajudarão você a impactar positivamente seu público-alvo.

O primeiro fala sobre como ter excelência no atendimento às pessoas que chegam até você.

Já o segundo conta como o marketing de relacionamento é importante para qualquer negócio.

Boas vendas!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM. #RunPipeRun

Equipe de Redação
conteudo@odig.net