CRM interno

CRM interno: 6 motivos para não criar um CRM próprio

Fazer um CRM interno pode ser uma verdadeira tentação quando você tem processos organizados e um mix de produtos e serviços completos.

Em tese, um CRM interno e personalizado incluiria todos os recursos que a sua empresa precisa, certo?

E nenhum que você não precisa. Ainda seria adaptado para os seus negócios, compreendendo todo os detalhes:

  • desde a terminologia até os fluxos de trabalho.

Tudo seria perfeito e se encaixaria na forma como a sua equipe comercial atua no dia a dia.

No entanto, os benefícios de um CRM interno terminam aí.

Especialmente se você é uma empresa de pequeno ou médio porte e que sabe que os recursos não só assim, digamos: ilimitados.

Por isso, no artigo de hoje falaremos sobre:

  1. O que é um CRM interno;
  2. 6 desvantagens de criar o seu próprio CRM;
  3. Interno x externo: qual de fato é o melhor CRM?

E aí, no final do conteúdo, você terá informações suficientes para saber tomar a decisão certa para a sua empresa.

Combinado?

Boa leitura!

O que é um CRM interno exatamente?

CRM interno

Existem inúmeras formas pelas quais um CRM de vendas pode tornar os seus negócios bem-sucedidos.

Estamos falando:

  • rastrear de onde vêm os seus principais clientes;
  • otimizar as estratégias de marketing;
  • possuir diversos tipos de funil para diversos processos;
  • ter recursos que garantam que os prospects recebam a atenção necessária;
  • organizar e executar todas as atividades necessárias;
  • mostrar qual dos seus produtos ou serviços mais vendem (e quem está comprando eles);
  • entre tantos outros.

Mas esse não é exatamente o foco deste tópico.

Bem, obviamente nem todas as empresas são iguais. E, por vezes, um CRM interno pode resolver os problemas existentes na rotina de vendas.

Por isso, podemos entender um CRM interno e personalizado, por definição, como uma plataforma voltada para o processo de vendas que é desenvolvido pela própria empresa que pretende usá-lo.

O produto final é construído baseado nas necessidades da organização. Isso, em tese, aumenta a eficiência do uso por parte da equipe de vendas.

Até porque, não exige que eles naveguem por recursos ou telas que sejam estranhas.

Ou até mesmo que gastem seu tempo personalizando um sistema de vendas para usar da forma que mais faça sentido.

Pode até ser atraente…

Um CRM interno pode parecer bem atraente quando o modelo de vendas de uma empresa é complexo demais ou que não se encaixe perfeitamente em um padrão típico de vendas B2B.

Por exemplo: digamos que você vende produtos físicos, mas também serviços de assinatura. Ou então que você possua equipes B2B e B2C de vendas.

Elas trabalhando em conjunto pode ser que seja difícil achar uma solução de CRM que funcione de forma imediata e clara para você.

Embora, claro, quando falamos de um CRM que seja realmente bom, que seja o melhor CRM do Brasil, você consegue com integrações e ações automáticas fazê-lo trabalhar bem para você.

6 motivos para você não criar nem usar um CRM interno

CRM interno

Você conhece a sigla DIY? significa Do It Yourself. Traduzindo do inglês: “faça você mesmo”.

Quem é adepto dessa “filosofia”, ou ao menos acredita nisso como mantra, pode encarar de forma mais séria a missão de desenvolver um CRM interno.

Todavia, há de se levar em consideração os motivos para não tirar do papel essa ideia.

Isso porque, se você está especialmente pensando em um CRM para pequenas empresas (ou médias), há fatores a serem pesados de imediato:

  • tempo;
  • dinheiro;
  • clientes.

Tudo isso precisa ser pesado. E, para ajudar você a entender melhor as consequências e desdobramentos de tentar ter um CRM interno, separamos 6 razões que vão de encontro à essa iniciativa.

Confira:

1 – Custos de criação

Bom, o primeiro motivo talvez seja o mais óbvio: ter um CRM pronto, completo, custa muito menos do que desenvolver um CRM interno e personalizado.

Criar um sistema do zero pode custar uma quantia enorme (mesmo) de dinheiro para sua equipe desenvolver internamente, ou então para uma empresa de desenvolvimento.

A maioria dos desenvolvedores tem um custo bem elevado da sua hora de trabalho. E, bem: um CRM não é um projeto nada simples.

É uma construção bastante complexa e requer um investimento e tempo grandes. Então, pense bem o quanto você não iria gastar somente para desenvolver o software?

Isso que nem estamos falando dos custos de hospedagem ou desenho das telas.

Tampouco mencionamos suporte estendido e correções de erros que invariavelmente surgem antes de lançar.

Então, responda: cada pequeno recurso personalizado do seu CRM realmente valerá o valor gasto?

Em quase todas as situações, depois de refletir e analisar tudo o que deve ser encarado, a resposta é: “não”.

Ao optar por um CRM pronto, você pode ver qual plano faz mais sentido para as suas necessidades e para o seu bolso.

2 – Custos de treinamento

CRM interno

Um bom sistema de CRM possui materiais de treinamentos completos com tutoriais, artigos e vídeos.

Além, claro, de um momento para onboarding, onde um profissional irá implementar, em tempo real, o sistema com o cliente.

Perguntas frequentes e solução de problemas são encontrados de forma rápida e prática na Central de Ajuda.

Essa não é, obviamente, a realidade de um CRM personalizado.

São bem grandes as chances de que seus desenvolvedores não consigam criar uma biblioteca de vídeos e de tutoriais para seus usuários.

É preciso ter uma equipe específica só para isso. O que, nas empresas, responsável pelo customer success.

Caberá a alguém da sua empresa deslocar-se de suas funções originais e criar esses materiais que são extremamente necessários.

Talvez você precise tirar alguém da equipe de vendas momentaneamente para tal. Afinal, são eles que estão diariamente usando o sistema, certo?

E, bem, isso ficará caro. Você não terá um vendedor ou SDR vendendo. E aí, seu gerenciamento de vendas fica comprometido.

É uma bola de neve, você percebe?

E é bom criar logo esses materiais de consulta. Afinal, vai ser difícil deixar alguém da equipe de desenvolvimento de prontidão para responder perguntas sempre que elas surgirem.

3 – Atualizações do sistema

Poucas coisas são tão certas na vida. O sol nascer todos os dias, os passarinhos cantarem e os softwares passarem por atualizações.

Exageros à parte, essa missão faz parte da vida de quem desenvolve sistema.

E, se você deseja que o seu CRM interno funcione sem quaisquer problemas, é necessário atualizá-lo.

Se não constantemente, ocasionalmente. Mas você terá que fazer. Seja para corrigir erros, seja para melhorar a usabilidade de certos recursos.

Todavia, quando você contrata um CRM, essa tarefa não passa por você em momento algum.

As atualizações além de ser gratuitas são muito mais constantes: tudo pensado na experiência do usuário – ou Customer Experience.

Você até pode fazer isso por um tempo no CRM que criou. Mas, a maioria dos desenvolvedores só corrige bugs gratuitamente por algum tempo.

Isso, claro, caso você tenha contratado uma empresa externa para desenvolver o sistema para você.

A verdade é que, à medida que as suas necessidades e a sua carteira de clientes vai crescendo, você precisará de um CRM mais robusto.

E, bem, você pode abrir a sua carteira e ir atrás disso. Ou buscar um plano que atenda você e seus novos desejos.

4 – Usabilidade em perigo

CRM interno

A interface e a usabilidade de um CRM interno pode variar e muito pra um sistema de CRM mais completo.

Até porque, as plataformas externas tem áreas voltada exclusivamente para UI e UX.

Então, não se surpreenda se, no seu software personalizado, você:

  • não conseguir encontrar seus contatos e seus leads no local onde eles deveriam estar;
  • se você não conseguir gravar uma ligação com um cliente em potencial para conseguir escutar posteriormente;
  • se não encontrar suas atividades e registro de interações com seus prospects;
  • não receber alertas avisando que uma oportunidade está estagnada no pipeline e que você precisa agir;
  • entre outros.

Um bom CRM é construído com muito feedback de seus usuários e também com base nas dores que os clientes da ferramenta previsivelmente têm.

Isso tudo se reflete na estética e na usabilidade do software.

Com uma solução interna e personalizada, você terá que trabalhar na base da tentativa erro, com poucos feedbacks.

Ou poderá, no máximo, imitar a interface e funcionalidade de outros sistemas.

Mas aí, bem, esbarramos em outros problemas já abordados sobre desenvolver um CRM personalizado.

Todavia, que sentido faz, então, copiar um sistema que já existe? Pouco. E você sabe bem disso.

5 – Suporte

Outro aspecto a ser levado em conta (e que é extremamente importante) é o suporte ao vivo.

Um bom sistema de CRM fornece várias camadas de suporte técnico e tem SLA bem definida.

Permite ao usuários abrirem tickets, ligarem, enviarem email, entre tantos outros.

O atendimento ao cliente é um foco constante de uma empresa que se dedica exclusivamente a fornecer um CRM para outras.

Com uma solução interna, todavia, você precisará pagar mais se desejar que sua equipe de vendas tenha alguém disponível.

Os relatórios de erros, os bugs, tudo precisará ser investigado corretamente. E o quanto, antes, claro.

Afinal, se há algo que impeça seu time de trabalhar, você estará deixando de vender e de ganhar dinheiro, certo?

Um CRM externo, todavia, já tem uma estrutura completa para lidar com problemas e demandas que irão aparecer.

Elas sabem fazer o gerenciamento correto, priorizar atendimentos e entregar o valor que o cliente precisa.

6 – Perda de tempo

CRM interno

Responda uma questão: se você tem uma empresa, que não precisa ser necessariamente nova, faz sentido investir em um CRM interno ou direcionar esforços e recursos em melhorar os produtos ou serviços oferecidos?

Empresas que contratam um CRM ao invés de criá-lo podem tirar proveito da sua boa experiência para conhecer melhor seu cliente.

E desenvolver soluções e aprimorar processos justamente tendo esse foco no cliente.

Você pode aprimorar suas estratégias de captação de clientes aproveitando os recursos do CRM que você contratou.

Otimizar também seu atendimento a abordagem em todas as etapas do funil de vendas.

Desenvolver ações para entregar valor para seus prospects e, claro, realizar o follow up de forma muito mais assertiva.

Aliás, falando nisso: o software que você vai desenvolver tem integração com outros sistemas como plataforma de automação de marketing para acelerar seu processo de qualificação de leads?

Seria bem importante que tivesse…

CRM interno x CRM pronto: qual é o melhor afinal?

CRM interno

Tempo e recursos financeiros são e sempre serão necessários para criar, manter e aprimorar um CRM.

Então, se você se propôs fazer isso de forma interna, tenha ciência disso: precisará constantemente focar-se na melhoria constante.

Caso contrário o sistema irá parar de funcionar e todo seu trabalho irá por água abaixo.

Se você escolher contratar um CRM, você precisará se preocupar somente com o pagamento da sua mensalidade. E, claro, em consumir conteúdo para aproveitar ao máximo a ferramenta.

Todavia, fazer a transformação digital de seus negócios nem sempre é fácil.

Você pode estar em dúvida para sair da planilha: criar um CRM interno ou contratar um?

A verdade é que só você saberá responder isso: vale a pena desenvolver um que seja personalizado ou buscar um que possa atender todas as necessidades?

Aproveite que os CRM têm período de trial e tire você mesmo suas próprias conclusões!

E aí, como podemos te ajudar?

Se você tem dúvidas e quer mais sobre como um CRM completo ajuda sua empresa a vender mais e melhor, fale com um consultor.

Aproveite e leia dois artigos que ajudarão você a ter um processo de vendas redondo e voltado para o seu clientes.

O primeiro fala da importância de aplicar metodologias de vendas corretas e que façam sentido para seus consumidores.

Já o segundo aborda métricas de vendas importantes de serem acompanhadas em seus negócios.

Boas vendas!

Um abraço do PipeRun, o seu CRM. #RunPipeRun

Augusto Turcato
conteudo@odig.net

Augusto Turcato faz parte do time de marketing que ajuda milhares de vendedores, gestores e empreendedores brasileiros a aumentar suas vendas com metodologias e tecnologias aqui no CRM PipeRun.